header top bar

section content

Perícia vai revelar se ossada encontrada por moradores é do "Velho da Serra". Veja fotos!

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Patos para ser feito o exame cadavérico.

Por

23/12/2013 às 11h23

 
                        Ossada encontrada na zona rural do Lastro pode ser do senhor Josemar Farias, o "Velho da Serra" (Foto)

O popular Josemar Farias dos Santos, mais conhecido como “Josemar da Loca ou o Velho da Serra” que tinha 54 anos,e residia na Serra Negra no Distrito de Boa Esperança no município no Lastro, divisa com Tenente Ananias/RN, Vieirópolis/PB e Caiçara/RN, foi encontrado morto no início da manhã deste domingo nas proximidades da Boa Esperança, zona rural do Lastro.

Josemar estava desaparecido desde o início do mês de novembro, onde várias buscas foram feitas por parte de amigos e o Corpo de Bombeiros da cidade de Sousa, mas sem êxito.

Uma guarnição da Polícia Militar comandada pelo Soldado Emilson Muniz, foi acionada e compareceu ao local isolando a área, e em seguida o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade de Patos para ser feito o exame cadavérico e constatar a verdadeira causa morte.

Veja vídeo!

O velho da Serra
Josemar ficou bastante conhecido no estado da Paraíba e no Rio Grande do Norte no ano de 2007, após passar 26 anos, incomunicável com a civilização em cima da uma serra, sobrevivendo apenas dos recursos naturais.

Só após 10 anos, Josemar começou a interagir de forma discreta com os moradores do Distrito de Boa Esperança no Lastro, que deixavam bolachas, rapadura, café, arroz, alimentos básicos em cima de uma pedra e, só momentos depois quando ninguém estava por perto era quando Josemar, na época, magro, cabeludo e barbado, de forma rápida pegava os alimentos e desaparecia na mata fechada.


                                                  Local onde morava o "Velho da Serra"

Com o decorrer do tempo, Josemar passou a trocar produtos, fruto de sua plantação em alimentos levados por populares à sua “loca de pedra”. Posteriormente, Josemar passou a fabricar uma “garrafada”, produzida com uma mistura de raízes nativas da região, tida pelos moradores da região como medicinal, remédio para várias pessoas portadoras de doenças.

A notícia da garrafada se espalhou rapidamente, após uma matéria pioneira produzida pela equipe do Sertão Informado em fevereiro de 2007, onde depois várias emissoras de TV da Paraíba e do Rio Grande do Norte, subiram a serra para entrevistarem o misterioso “Velho da Serra”.

Com o decorrer do tempo, centenas de pessoas faziam excursões para o local em busca de conhecer Josemar, além de pedirem rezas contra mau-olhado e adquirirem o xarope milagroso.

No ano de 2011, a vida de Josemar foi relatada em um filme, através de um documentário produzido pelo Cineasta Luiz Torres Cacau, intitulado como o “Homem da Serra”, filme este que foi exibido pela Mostra Nacional de Cinema, “Revelando os Brasis” na época percorreu e foi exibido em várias regiões do país.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações de Hidroastro B. Abrantes

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview