header top bar

section content

Aos prantos, esposo de comerciante de CZ diz como recebeu notícia de mandantes do crime

José revelou que percebeu era crime de encomenda, pois o pistoleiro não levou nada por assalto.

Por

06/12/2013 às 16h27

O esposo da comerciante cajazeirense, Maria de Fátima Siebra de Andrade, assassinada com tiro de 12 no último dia 13 de outubro de 2012, o senhor José Ramalho de Andrade falou com exclusividade a TV Diário do Sertão nesta sexta-feira (06), sobre as mandantes do crime.

As idosas Lúcia Abreu Santos, mais conhecida como "Marlúcia" de 51 anos, Maria do Socorro, conhecida como "Corrinha", de 65 anos, e Francisca Bezerra Coura, mais conhecida como "Geralda de Solon", de 59 anos foram presas nessa quinta-feira (06), acusadas de contratar um pistoleiro para matar a cajazeirense.

O esposo da comerciante disse que conhece as três mulheres, e que elas tinham costume de trocar cheques com ele, ou seja, mantinham  vínculos de amizade.

Chorando muito, o senhor José disse que recebeu a notícia da prisão das acusadas através de sua filha. “Ela disse painho prenderam três mulheres acusadas de mandar matar mainha”

Ele atribuiu a inveja das vendas como motivação do crime. “A gente vendia muito, pois tinha preço e qualidade”

José revelou que percebeu que era crime de encomenda, pois o pistoleiro não levou nada por assalto.

Veja mais: Idosas são presas acusadas de contratar pistoleiro que matou comerciante de CZ.Vídeo

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview