header top bar

section content

Comandante da ação revela detalhes da perseguição e morte de sousense que se passava por policial. OUÇA!

O capitão que comandava a ação disse que, Eraldo já era procurado pela polícia e que foi encontrado graças a denúncia de uma pessoa da zona rural

Por

04/12/2013 às 19h30

O capitão Cavalcante do 13º Batalhão de Polícia Militar, da região do Vale do Piancó falou nesta quarta-feira (04) sobre a morte do falso policial Eraldo Antônio de Oliveira durante uma ação do batalhão.

O capitão que comandava a ação disse que, Eraldo já era procurado pela polícia e que foi encontrado graças a uma denúncia de uma pessoa da zona rural de Conceição.

Cavalcante contou que o falso policial agia principalmente na zona rural, pela facilidade que tinha ao acesso para o estado do Ceará. “Qualquer coisa que desse errado ele fugia para o Ceará”, disse.

O capitão informou ainda que, a Polícia Civil está investigando o caso e devem ter outras pessoas envolvidas. A polícia acredita que existia outra pessoa que realizava a venda das armas apreendidas por Eraldo em outras localidades.

Ouça áudio do repórter Flávio José!

Veja também: Sousense se passa por policial e é morto a tiros durante confronto com militares. Veja fotos!

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares