header top bar

section content

Vereador de CZ denuncia que motorista do acidente da Guanabara trabalhou duas noites sem descanso

De acordo com Marcos Barros, o motorista trabalhou na noite da quinta e sexta-feira, podendo ter dormido ao volante no dia do acidente.

Por

10/01/2012 às 08h27

O presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, o vereador Marcos Barros, revelou nesta terça-feira (10), que fez um levantamento dentro da empresa Guanabara e descobriu que Aderaldo Fernandes da Silva, de 65 anos, motorista do ônibus que se envolveu no acidente na BR 230 nesse sábado (07), vitimando sete pessoas e deixando 15 feridas, trabalhou duas noites seguidas sem descanso.

De acordo com o parlamentar, o motorista saiu da cidade de Patos na quinta-feira (05), de 01:00 da madrugada, chegando a João Pessoa na sexta-feira (06), de manhã e saiu da capital no mesmo dia às 22:00 horas, para chegar em Cajazeiras no sábado (07) por volta das 06:00 da manhã.

O vereador informou também, que a empresa tinha um quadro com 90 motoristas, demitiu 30 deles e após o acidente chamou de volta 10.

Marcos disse que está solicitando ao Detran da Paraíba toda a escala dos motoristas da Guanabara do mês de dezembro 2011 e janeiro de 2012, e vai fazer uma denúncia no Ministério do Trabalho, para que a empresa seja penalizada.

No ano passado, 11 acidentes foram registrados envolvendo ônibus da empresa, sendo oito na Paraíba.

Veja também:Colisão entre carreta e ônibus da Guanabara deixa 7 pessoas mortas e 15 feridas

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula