header top bar

section content

Jovem de CZ é preso após se passar por curandeiro; Ele cobrava até R$1.200,00

A Polícia chegou até o charlatão através de constantes denúncias da população.

Por

05/01/2012 às 08h13

Uma investigação realizada pela Polícia Civil de Apodi, no Rio Grande do Norte, conseguiu prender Iranilson Santos da Nóbrega, conhecido por “Guardião Ogum”, de 23 anos, natural de Cajazeiras, que se passava por curandeiro para tirar dinheiro das vítimas em sua maioria pessoas da Zona Rural com falsas promessas de curas religioso.

A Polícia chegou até o charlatão através de constantes denúncias da população dando conta que acusado estava fazendo falsas promessas de cura religiosa e enganando centenas de de pessoas.

Ao tomar conhecimento que o delegado Renato Oliveira estava com seus policiais a sua procura, o “Guardião Ogum” fugiu e foi localizado pela Polícia Militar em uma barreira na BR-405, nas proximidades da Comunidade Rural de Jucuri,município de Mossoró.

Com Iranilson, os policiais conseguiram apreender um veículo Ecosport, vários documentos e anotações que compravam seus golpes.

Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde foi interrogado e preso em uma das celas do Centro de Detenção Provisória (CDP).

O acusado mantinha no centro de Apodi um escritório de atendimento as pessoas que o procuravam com a promessa de que o Guardião Ogum resolveria problemas de ordem amorosa, saúde e vários outros. A maioria das pessoas pagavam R$ 600,00 por consulta e outras valores bem mais altos.

“Baseado na documentação que encontramos com o Iranilson Nóbrega, acredito que ele atendeu a mais de 200 pessoas em Apodi e faturou cerca de R$ 50 mil reais com promessas que curava pessoas de varias doenças, principalmente câncer, alcoolismo, depressão e varias outras doenças”, comentou o delegado

O "Guardião" tinha também um programas nas Rádios Vale do Apodi AM e na FM Luta, onde mantinha um contato direto com a população e assim tinha oportunidade de fazer um trabalho de convencimento junto à população, principalmente aos que moram nas comunidades rurais.

Após a prisão, várias pessoas compareceram a Delegacia de Apodi para denunciar o acusado. O agricultor, Edilson Fernandes Dias, que mora no Sitio Santa Cruz perdeu R$ 600,00. Já o servente de pedreiro Francisco Erinaldo, denunciou que perdeu R$ 650,00 para o falso curandeiro. A dona de casa Selma Alves Oliveira Fontes disse que tem problemas de saúde e procurou Iranilson e ele pediu R$ 1.200,00 para fazer uma cura nela e nada foi feito.

Iranilson foi autuado pelo crime de Charlatanismo e Estelionato e a pena vai de um a cinco anos.

src=http://www.folhadosertao.com.br/portal/galeria/Escritorio_do_Gaurdiao_Ogum.jpg src=http://4.bp.blogspot.com/-DSBP7MBqvno/TwTodCyQ9JI/AAAAAAABzfo/olDDbR1PjX8/s400/Painel_Publicitario_do_Guardiao_Ogum.jpg

src=http://4.bp.blogspot.com/-SotXVMErSVA/TwTocf1hUpI/AAAAAAABzfY/2hg5-Yi4tmc/s400/Material+apreendido+com+o+Guardiao+Ogum+.jpg src=http://3.bp.blogspot.com/-FFBtCSP1qKA/TwTofY9xRlI/AAAAAAABzfw/CC3iuc15qVc/s400/Cartao_de_Visitas_.jpg

DIÁRIO DO SERTÃO com Márcio Moraes

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida

SAÚDE MENTAL

VÍDEO: “Psicologia no Ar” reestreia na TV debatendo as dúvidas e estereótipos que os psicólogos carregam

ENTREVISTA

VÍDEO: Com demonstrações ao vivo, fisioterapeuta cajazeirense explica como funciona a Quiropraxia