header top bar

section content

Operação prende acusado de matar policial em Sousa a golpes de roçadeira. Veja Fotos!

O policial foi transferido para Campina Grande, mas não resistiu e foi a óbito. Ele foi sepultado nesta segunda-feira.

Por

19/12/2011 às 19h27

A Polícia Civil de Sousa, em ação conjunta com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros prendeu na tarde desta segunda-feira (19), Francisco Manoel Messias, conhecido como “Cigano Cula”, de 32 anos, que é acusado de agredir com vários golpes de roçadeira o Cabo da Polícia Militar, Givanildo Barbosa Lopes, de 50 anos, "Cabo Lopes", na última quinta-feira (15).

“Cigano Cula” foi preso nas proximidades do Sítio Clareão, município de Sousa e foi encaminhado a delegacia da cidade. Ele deverá cumprir pena na Colônia Agrícola de Sousa. Com acusado, foi apreendida uma arma de fogo e duas cartas do pai do acusado, que alertava ao filho que ele não teria saída e corria risco de vida. O pai de Cula recomendava que ele se entregasse a polícia e alegasse legítima defesa.

O cabo da PM foi socorrido para o Hospital Regional de Sousa e transferido para Campina Grande, mas devido a gravidade dos ferimentos foi a óbito nesse domingo (18).

Cabo Lopes trabalhou em Sousa e Cajazeiras. Ele foi sepultado nesta segunda-feira (19), em João Pessoa, sua cidade natal.

Veja mais fotos na galeria. Clique e aumente o tamanho.

Veja também:

Policial de Sousa que sofreu vários golpes de roçadeira morre em Hospital de CG. Confira!

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula