header top bar

section content

Autoridades da Paraíba recebem ameaça de morte e criam Plano Integrado de Segurança. Confira!

O Plano Integrado de Segurança foi definido para as autoridades do Sertão que estão sendo constantemente ameaçados de morte por criminosos.

Por

19/10/2011 às 11h44

Os juízes, delegados das Polícias Civil e Federal e também a Polícia Militar e de direções de presídios do Sertão, elaboraram um plano de segurança para as cidades de Patos e Catolé do Rocha.

Segundo informações, as autoridades dessas cidades estão recebendo ameaças de morte, sobretudo, quando foi colocado em prática a operação “Laços de Sangue”, que resultou na prisão de 17 suspeitos de integrar grupos de pistoleiros.

O Plano Integrado de Segurança é composto por 15 ações, e foi definido na segunda-feira (17) durante uma reunião na cidade de Patos.

Segundo o presidente da Associação dos Magistrados, o juiz Antônio Silveira Neto, as pessoas que receberam ameaças terão segurança reforçada.

“Haverá ainda maior integração entre os órgãos de investigação e o próprio Poder Judiciário, com vista a imprimir maior eficiência nos processos criminais”, citou.

Na terça-feira (18), o Estado determinou uma sindicância para apurar as causas da morte de um dos suspeitos presos na operação. Marcelo Vieira Batista foi vítima de um incêndio dentro do presídio de Patos.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1
 

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula