header top bar

section content

Autoridades da Paraíba recebem ameaça de morte e criam Plano Integrado de Segurança. Confira!

O Plano Integrado de Segurança foi definido para as autoridades do Sertão que estão sendo constantemente ameaçados de morte por criminosos.

Por

19/10/2011 às 11h44

Os juízes, delegados das Polícias Civil e Federal e também a Polícia Militar e de direções de presídios do Sertão, elaboraram um plano de segurança para as cidades de Patos e Catolé do Rocha.

Segundo informações, as autoridades dessas cidades estão recebendo ameaças de morte, sobretudo, quando foi colocado em prática a operação “Laços de Sangue”, que resultou na prisão de 17 suspeitos de integrar grupos de pistoleiros.

O Plano Integrado de Segurança é composto por 15 ações, e foi definido na segunda-feira (17) durante uma reunião na cidade de Patos.

Segundo o presidente da Associação dos Magistrados, o juiz Antônio Silveira Neto, as pessoas que receberam ameaças terão segurança reforçada.

“Haverá ainda maior integração entre os órgãos de investigação e o próprio Poder Judiciário, com vista a imprimir maior eficiência nos processos criminais”, citou.

Na terça-feira (18), o Estado determinou uma sindicância para apurar as causas da morte de um dos suspeitos presos na operação. Marcelo Vieira Batista foi vítima de um incêndio dentro do presídio de Patos.

DIÁRIO DO SERTÃO com G1
 

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida

SAÚDE MENTAL

VÍDEO: “Psicologia no Ar” reestreia na TV debatendo as dúvidas e estereótipos que os psicólogos carregam