header top bar

section content

Diretora do presídio de Cajazeiras repudia ação policial. “Eles danificaram sanitários e ventiladores”

Nessa operação foi encontrado celulares, carregadores, facas, entre outros objetos, que são proibidos de adentrar em uma instituição penitenciária.

Por

14/10/2011 às 08h11

A diretora da Cadeia Pública de Cajazeiras, Graça Abreu, esclareceu a reportagem do Diario do Sertão, sobre a acusação de tentar impedir policiais na realização da operação chamada, Pente Fino, determinado pelo Juiz das Execuções Penais da Comarca de Cajazeiras. Segundo ela em nenhum momento tentou impedir a entrada dos policiais, apenas ficou muito surpresa quando os policiais chegaram na cadeia, pois ela deveria ter sido comunicada através de um ofício.

Segundo a diretora, não foi encontrado nada ilícito dentro da cadeia, e que durante a operação os policiais ainda danificaram ventiladoes e vasos sanitários.

Conforme Graça, alguns policiais estão tentando atrapalhar seu trabalho dentro da casa de detenção.

A operação Pente Fino, foi comandada pelo Capitão Josias, e visa realizar uma minuciosa busca na cadeia, na tentativa de localizar e apeender objetos que não sejam admitidos de forma legal na casa de detenção.

Ouça o aúdio de Graça Abreu:

Entenda o caso:

O Juiz das Execuções Penais da Comarca de Cajazeiras, Djacir soares, determinou nessa quinta- feira (13), uma operação chamada, Pente Fino, na Cadeia Pública da cidade de Cajazeiras.

Nessa operação, foram encontrados alguns objetos que são proibidos de adentrar em uma instituição penitenciária, bem como, facas, carregador de celular, estiletes e barra de ferros.

Segundo o Capitão Josélio, um desses objetos, bem como, o celular, subtende que existe algum meio de comunicação das presas com alguém de fora da cadeia.

Josélio afirmou ainda, que ao chegar na cadeia, houve uma resistência por parte da direção, porém, logo foi de limite pelo próprio juiz das execuções penais.

Ao iniciar a operação, as detentas, Geralda Maria de arruda, 30 anos, e Patrícia Barreto dos Santos, 20 anos, passaram a desacatar e ameaçar a agente penitenciaria Milena Pereira, 32 anos.

O desacato chegou ao ponto de tentar agredir a referida agente na presença da diretora do presídio, Graça Abreu, sendo necessário a intervenção dos Policias Militares, que participavam da revista, para que a agressão não acontecesse.

Após o ocorrido, as duas presidiárias foram conduzidas para a Delegacia de Policia.

E finalmente, a operação Pente Fino foi cumprida com êxito, e o material recolhido foi entregue a diretora.

Ouça o áudio do Capitão Josélio:

 

DIÁRIO DO SERTÃO

NO CALDEIRÃO POLÍTICO NA TV

Advogado fala da profissão, discute política e diz que Luciano Cartaxo é favorito nas eleições de 2018

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com o Ministério de Louvor: Fonte de água da vida

SAÚDE MENTAL

VÍDEO: “Psicologia no Ar” reestreia na TV debatendo as dúvidas e estereótipos que os psicólogos carregam

ENTREVISTA

VÍDEO: Com demonstrações ao vivo, fisioterapeuta cajazeirense explica como funciona a Quiropraxia