header top bar

section content

Correios podem entrar em greve no dia 1º de abril

Os funcionários da Empresa dos Correios e Telégrafos (ECT) se reuniram na noite desta quarta-feira (11), na sede do sindicato, em João Pessoa, a fim de discutir a participação nos lucros e resultados da empresa e a contratação imediata de, pelo menos, 200 carteiros. De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Roberto Hermínio, […]

Por

12/03/2009 às 00h47

Os funcionários da Empresa dos Correios e Telégrafos (ECT) se reuniram na noite desta quarta-feira (11), na sede do sindicato, em João Pessoa, a fim de discutir a participação nos lucros e resultados da empresa e a contratação imediata de, pelo menos, 200 carteiros. De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Roberto Hermínio, há a possibilidade de ser deflagrada uma greve no dia 1º de abril, caso a direção do órgão não aceitem as revidicações.

Ele informou que uma nova assembléia será realizada no dia 31 de março, para discutir a contraproposta da empresa. “Nós buscamos a contratação imediata de, pelo menos, 200 carteiros, pois há uma defasagem imensa. Buscamos, também, participação igualitária nos lucros e resultados da empresa”, salientou.

Roberto Hermínio deu, como exemplo, que, no ano passado, alguns diretores receberam R$ 47 mil de participação nos lucros, enquanto a maioria dos funcionários, além de cumprir metas administrativas para receberem o benefício, foram “contemplados com apenas R$ 700”, relatou

Fonte: Portal Correio

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula