header top bar

section content

Ônibus escolar mais barato vai custar R$ 123 mil

Terminou o pregão eletrônico de registro de preços para a compra de veículos escolares no âmbito do programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A empresa Iveco Latina Americana Ltda é a vencedora do item 1 (ônibus para até 23 alunos sentados), com o preço unitário de R$ 123.000,00. A […]

Por

27/02/2009 às 20h20

Terminou o pregão eletrônico de registro de preços para a compra de veículos escolares no âmbito do programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A empresa Iveco Latina Americana Ltda é a vencedora do item 1 (ônibus para até 23 alunos sentados), com o preço unitário de R$ 123.000,00. A Marcopolo S.A. ganhou os itens 2 e 4 (para 31 e 28 lugares, respectivamente). O preço do ônibus de 31 lugares ficou em R$ 137.150,00 e o de 28, em R$ 146.900,00. Embora tenha menor número de assentos, a unidade de 28 lugares é mais cara porque é reforçada. Entre outras coisas, a altura da base (saia) do veículo é maior, rodas mais próximas da frente e da traseira do veículo, além de suspensão reforçada. Todas essas características facilitam o tráfego em terrenos muito acidentados.

Já a Induscar – Indústria e Comércio de Carrocerias Ltda. (CAIO) venceu os itens 3 (54 lugares), com o valor de R$ 187.200,00, 5 e 6 (ambos para 36 alunos sentados). O veículo do item 5 ficou por R$ 196.500,00 e o 6, por R$ 198.500,00. A diferença de preço se deve ao fato de o veículo do item 6 vir com eixo traseiro com bloqueio de diferencial, o que facilita a saída de atoleiros e tráfego em terrenos lamacentos.

Os dois últimos itens são ônibus de 54 lugares e foram vencidos pela Volkswagen Caminhões e Ônibus Industriais e Comércio de Veículos. O ônibus 7 saiu por R$ 199.000,00 e o 8, por R$ 203.000,00. A diferença de R$ 3 mil também se justifica porque o eixo traseiro do ônibus 8 vem com bloqueio de diferencial.

Novidades 2009 – Os ônibus possuirão tacógrafo eletrônico e GPS, para garantir maior segurança aos estudantes e permitir o controle do trajeto, dos tempos de percurso e de paradas, e de consumo de combustível.

Uma das principais inovações é que todos terão equipamentos de acessibilidade, com uma cadeira de rodas – chamada cadeira de transbordo – que poderá ser descida até o nível do solo para embarcar alunos com dificuldade de locomoção. Em função disso, a porta será mais larga: o vão livre passará dos atuais 80 cm para 95 cm . Dos seis modelos em operação hoje, apenas três possuem mecanismo de acessibilidade.

Mudanças também na distribuição dos bancos e nos equipamentos internos. A largura do corredor central vai diminuir para aumentar a quantidade e o conforto dos assentos e a dos estudantes, que não viajarão em pé. Os veículos passarão a ter vidros temperados na cor verde para melhorar o conforto térmico dos alunos, para-barro na frente e atrás; e dispositivo passa-balsa, que garante maior estabilidade em estradas acidentadas.

Fonte:FNDE

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis