header top bar

section content

Ônibus escolar mais barato vai custar R$ 123 mil

Terminou o pregão eletrônico de registro de preços para a compra de veículos escolares no âmbito do programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A empresa Iveco Latina Americana Ltda é a vencedora do item 1 (ônibus para até 23 alunos sentados), com o preço unitário de R$ 123.000,00. A […]

Por

27/02/2009 às 20h20

Terminou o pregão eletrônico de registro de preços para a compra de veículos escolares no âmbito do programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A empresa Iveco Latina Americana Ltda é a vencedora do item 1 (ônibus para até 23 alunos sentados), com o preço unitário de R$ 123.000,00. A Marcopolo S.A. ganhou os itens 2 e 4 (para 31 e 28 lugares, respectivamente). O preço do ônibus de 31 lugares ficou em R$ 137.150,00 e o de 28, em R$ 146.900,00. Embora tenha menor número de assentos, a unidade de 28 lugares é mais cara porque é reforçada. Entre outras coisas, a altura da base (saia) do veículo é maior, rodas mais próximas da frente e da traseira do veículo, além de suspensão reforçada. Todas essas características facilitam o tráfego em terrenos muito acidentados.

Já a Induscar – Indústria e Comércio de Carrocerias Ltda. (CAIO) venceu os itens 3 (54 lugares), com o valor de R$ 187.200,00, 5 e 6 (ambos para 36 alunos sentados). O veículo do item 5 ficou por R$ 196.500,00 e o 6, por R$ 198.500,00. A diferença de preço se deve ao fato de o veículo do item 6 vir com eixo traseiro com bloqueio de diferencial, o que facilita a saída de atoleiros e tráfego em terrenos lamacentos.

Os dois últimos itens são ônibus de 54 lugares e foram vencidos pela Volkswagen Caminhões e Ônibus Industriais e Comércio de Veículos. O ônibus 7 saiu por R$ 199.000,00 e o 8, por R$ 203.000,00. A diferença de R$ 3 mil também se justifica porque o eixo traseiro do ônibus 8 vem com bloqueio de diferencial.

Novidades 2009 – Os ônibus possuirão tacógrafo eletrônico e GPS, para garantir maior segurança aos estudantes e permitir o controle do trajeto, dos tempos de percurso e de paradas, e de consumo de combustível.

Uma das principais inovações é que todos terão equipamentos de acessibilidade, com uma cadeira de rodas – chamada cadeira de transbordo – que poderá ser descida até o nível do solo para embarcar alunos com dificuldade de locomoção. Em função disso, a porta será mais larga: o vão livre passará dos atuais 80 cm para 95 cm . Dos seis modelos em operação hoje, apenas três possuem mecanismo de acessibilidade.

Mudanças também na distribuição dos bancos e nos equipamentos internos. A largura do corredor central vai diminuir para aumentar a quantidade e o conforto dos assentos e a dos estudantes, que não viajarão em pé. Os veículos passarão a ter vidros temperados na cor verde para melhorar o conforto térmico dos alunos, para-barro na frente e atrás; e dispositivo passa-balsa, que garante maior estabilidade em estradas acidentadas.

Fonte:FNDE

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!