header top bar

section content

Tiko Miudezas diz que Léo garantiu divisão dos recursos para Atlético e Paraíba

O prefeito Léo teria marcado um gol de placa e agora pouco tempo depois o tranformou em um frangaço.

Por

27/02/2009 às 18h30

Na tarde desta sexta-feira(27) em entrevista a imprensa de Cajazeiras, o presidente do Paraíba Esporte Clube, Francisco Campos(Tiko Miudezas) confirmou o encontro com o prefeito de Cajazeiras, Léo Abreu, onde ficou decidido, segundo Tiko, que a ajuda de R$ 72.000,00, que a prefeitura repassaria para o Atlético de Cajazeiras, conforme anunciou o chefe do executivo municipal na sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos, na Câmara Municipal, não mais seria exclusiva do Trovão, e sim seria dividida entre Paraíba e Atlético.

Tiko ainda foi enfático em afirmar que o Paraíba já participou por duas vezes do paraibano da segunda divisão sem apoio de prefeitura e nem de Gol de placa, pelo fato do time ter sido taxado, de time da oposição e agora não seria justo o Atlético que agora é o time da oposição receber este montante sozinho.

A afirmação do presidente do Paraíba, já está causando muita polêmica, porque o prefeito já havia confirmado o apoio integral ao Atlético quer é o time da massa, e agora voltou atrás e dividiu o apoio. A torcida atleticana questiona ainda o fato do empresário Tiko Miudezas está sendo nomeado diretor do Perpetão, único estádio da cidade e que deverá abrigar os treinos das duas equipes, os torcedores questionam que poderá haver uma disputa privilegiada.

Outro questionamento que vem sendo feito é com relação ao fim social dos dois clubes, o Atlético é uma entidade sem fins lucrativos, enquanto o Paraíba é um clube empresa, como ficaria a relação poder público e clube empresa?

O prefeito Léo Abreu ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, que ainda vai gerar muita polêmica nos próximos dias.

Segundo se especula, se confirmado este rateio, o Atlético de Cajazeiras poderá não disputar a segunda divisão do paraibano, porque segundo fontes, todo planejamento foi feito com base na confirmação dada pelo prefeito Léo, quando da reunião com a nova diretoria atleticana, logo após a eleição que aconteceu no dia 7 de fevereiro e sem este recurso ficaria inviável financeiramente a participação do trovão na segundona.

O prefeito Léo teria marcado um gol de placa e agora pouco tempo depois o tranformou em um frangaço.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda