header top bar

section content

Joaquim Barbosa declara suspeição no julgamento da cassação de Jackson Lago

Joaquim Barbosa se declarou suspeito no caso “por fatos supervenientes à primeira assentada em que esse processo foi trazido a julgamento”.

Por

10/02/2009 às 23h56

O ministro Joaquim Barbosa, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), declarou há pouco suspeição para julgar o recurso em que se pede a cassação do governador do Maranhão, Jackson Lago, e de seu vice Luiz Carlos Porto. O presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, solicitou à mesa do Tribunal a imediata convocação do ministro Ricardo Lewandowski para substituir o ministro Joaquim Barbosa no plenário, para que o julgamento do recurso possa ser reiniciado.

Joaquim Barbosa se declarou suspeito no caso “por fatos supervenientes à primeira assentada em que esse processo foi trazido a julgamento”.

O julgamento será retomado ainda hoje com o voto-vista a ser apresentado pelo ministro Felix Fischer. O pedido de vista suspendeu o julgamento em 19 dezembro de 2008 após o voto do ministro relator, Eros Grau, que votou pela cassação de Jackson Lago e de seu vice, e pela posse da segunda colocada nas eleições de 2006, Roseana Sarney (PMDB).

Fonte: TSE

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares