header top bar

section content

Bom exemplo! Juiz de Minas Gerais recusa receber aumento salarial aprovado pelo Congresso até que a situação financeira do Brasil melhore

Ele resolveu abrir mão do aumento que foi concedido aos juízes, alegando que não terá o reajuste até que a situação financeira do país

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

13/06/2016 às 09h38

Juiz Luíz Henrique Marques brasileiro resolveu abrir mão do aumento que foi concedido aos juízes, alegando que não terá o reajuste até que a situação financeira do país melhore (Foto: hypeness)

Um juiz brasileiro resolveu abrir mão do aumento que foi concedido aos juízes, alegando que não terá o reajuste até que a situação financeira do país melhore.

O juiz Luíz Henrique Marques, titular da 2ª Vara Cível de Juiz de Fora, Minas Gerais, poderia receber o aumento consequente da aprovação de reajuste salarial para os ministros do STF pelo Congresso Nacional, decretado no início do mês. Tanto os salários dos juízes federais e estaduais quanto o dos desembargadores estão ligados ao dos magistrados.

Mas Luíz Henrique disse que aceitar o aumento, que vai ser concedido em duas parcelas que variam de R$30.404,47 a R$33.689,15, é algo totalmente contrário às suas convicções pessoais, já que a situação econômica do Brasil não condiz com os altos salários ofertados.

Ele entregou um documento ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais, onde alegou que não vai receber o aumento até que a atual situação financeira do país se estabilize, e assim não quer receber o reajuste de 16,38%.

Hypeness

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio