header top bar

section content

Governador do estado do Ceará é ameaçado em suposta carta de crime organizado

Recado foi deixado em um dos cinco ônibus que foram incendiados neste domingo (17)

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

18/07/2016 às 14h44

Carta ameaça governador do Ceará (Foto: Reprodução)

O governador do Ceará, Camilo Santana, sofreu suposta ameaça de pessoas envolvidas nos ataques em Fortaleza neste domingo (17). Ao todo, cinco ônibus foram incendiados e forças de segurança também foram alvo de atentados.

Um dos veículos foi alvo de incêndio na Barra do Ceará. Lá, os suspeitos deixaram um recado para o governador. Nele, eles dizem: “se você não parar com a opressão dentro do sistema penitenciário, […] não vai ter mais paz”.

De acordo com a suposta ameaça, presidiários estão sendo “espancados, oprimidos e mortos pela polícia”. No final da carta, a assinatura é do “crime do estado do Ceará”.

O veículo foi parcialmente incendiado por aproximadamente cinco homens armados. O bando interceptou o coletivo na avenida Francisco Sá, entregou o bilhete ao motorista e exigiu que todos descessem do veículo.

Querosene foi utilizado para incendiar o ônibus. As chamas foram apagadas por extintores. Ninguém ficou ferido. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local. A polícia acredita que a ordem dos ataques saiu de dentro do presídio.

Ainda não é possível confirmar a veracidade da carta. A Secretaria de Segurança do Estado ainda não se posicionou sobre os atentados.

R7

PSICOLOGIA NO AR

PERIGO: Médico neurologista faz importante alerta para quem usa remédios tarja preta para dormir

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras