header top bar

section content

Para Temer, prisão de Lula poderia causar instabilidade no país

Em relação à lei sobre abuso de autoridade, o presidente afirma que o objetivo não é atrapalhar as investigações, como vem sendo citado no Congresso

Por Estagiário

15/11/2016 às 08h30 • atualizado em 15/11/2016 às 08h00

© DR

O presidente Michel Temer afirmou na noite da última segunda-feira (14) em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura, que acredita que a prisão de Lula poderia causar instabilidade no país, e pediu “naturalidade” nas investigações.

Temer foi questionado também em relação à lei sobre o abuso de autoridade, muito criticada especialmente pelos integrantes da Lava Jato, por acreditarem que as medidas atrapalhariam as investigações. O atual presidente negou que as propostas atrasariam de alguma maneira as investigações.

Sobre o que pensa a respeito da força-tarefa, o presidente afirmou que defende “a atividade do Judiciário e do Ministério Público”. “Vamos deixar o Judiciário trabalhar. E vamos trabalhar no Executivo. Se acontecer alguma coisa, paciência”, completou sobre o possível envolvimento de seus aliados no esquema de corrupção.

Notícias ao Minuto

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula