header top bar

section content

Brasil é o segundo país do mundo menos interessado em política, aponta pesquisa

Após o resultado da eleição presidencial dos Estado Unidos surpreendeu o mundo inteiro. De fato, as consequências do processo eleitoral ainda são o foco da mídia, enquanto as pessoas debatem sobre as possíveis implicações do governo Trump. No entanto, de acordo com um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OECD), o número de […]

Por C. Campelo

15/11/2016 às 13h10 • atualizado em 15/11/2016 às 09h12

População que não se interessa por política: 41% (empatado)

Após o resultado da eleição presidencial dos Estado Unidos surpreendeu o mundo inteiro. De fato, as consequências do processo eleitoral ainda são o foco da mídia, enquanto as pessoas debatem sobre as possíveis implicações do governo Trump. No entanto, de acordo com um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OECD), o número de pessoas que realmente se importam com o cenário político não é tão grande assim em muito países.

O Brasil, por exemplo, apresenta uma péssima classificação quando se trata de engajamento político. Na última eleição municipal, 22% da população se absteve da votação no Estado de São Paulo. Já no Rio de Janeiro, 38% dos cariocas não foram às urnas ou declararam seus votos como nulo ou branco. Este dados batem com a nova pesquisa. De acordo com a OECD, 41% dos brasileiros não se interessam por política, o que nos coloca como segundo país do planeta menos engajado no assunto.

SAIBA QUEM É!

Novo apresentador da TV Diário do Sertão dá detalhes do seu programa e revela que o convidado da estreia será ‘bombástico’ – VÍDEO!

ENTREVISTA

No Caldeirão Político, secretário revela bastidores da campanha que levou Zé Aldemir à histórica vitória contra grupo de Carlos – VÍDEO!

SOLIDARIEDADE

Campanha busca arrecadar recursos para construir sede de associação que cuida de idosos; saiba como contribuir – VÍDEO!

TRANSPARÊNCIA

Reeleito, presidente da câmara de vereadores de Bonito de Sta. Fé faz presta contas dos seus trabalhos a frente do poder legislativo