header top bar

section content

Defesa de Cunha tem 5 dias para formular perguntas a Temer

Presidente foi arrolado como testemunha de defesa do ex-deputado

Por Estagiário

17/11/2016 às 08h30 • atualizado em 17/11/2016 às 00h33

© Reuters

A defesa do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) deve apresentar as perguntas para o depoimento do presidente da República, Michel Temer, como sua testemunha, em até cinco dias. A determinação é do juiz federal Sérgio Moro, que está à frente das investigações da Lava Jato.

Além de Temer, o ex-ministro Guido Mantega e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), foram arrolados como testemunhas pelos advogados de Cunha. As informações são do G1.

O ex-deputado está preso na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba, desde o dia 19 de outubro. Ele foi preso em Brasília.

Quanto a Mantega, o juiz pediu para que seja expedida uma precatória ou que se aproveite a data da videoconferência, que será realizada em São Paulo. Ele também é investigado na Lava Jato. Eduardo Paes também deve ser ouvido por videoconferência.

Notícias ao Minuto

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de água da vida e o Pr. Nilton

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior