header top bar

section content

Atriz da Globo publica post polêmico e viraliza nas redes sociais

Marjorie Estiano usou o Instagram para comentar a respeito da transfobia e acabou vendo sua mensagem viralizar na web

Por

10/01/2016 às 09h07

Marjorie Estiano fez publicação no Instagram

Marjorie Estiano usou o Instagram para comentar a respeito da transfobia e acabou vendo sua mensagem viralizar na web, na sexta-feira (8).A atriz, que está no ar na minissérie Ligações Perigosas, da Globo, apareceu usando uma camiseta e deixou uma mensagem aos seguidores.

"Tem que comer! Tem que dançar! Tem que sorrir! Tem que ser magra? Tem que ter cabelo liso! Tem que ter pele branca! Tem que casar? Casou, tem que ter filho? Tem que amar alguém do sexo oposto? Família tem que ser composta por um homem e uma mulher! Tem que ser rico! Tem que gostar de Rock! Tem que ser católico! Tem que acreditar em Deus? Tem que ser trans pra lutar contra a transfobia? Tem que dar exemplo do correto? Qual é o correto mesmo? São tantas obrigações…que exaustão'

"De todas, a que eu tomo primordialmente como minha e que ainda assim, por vezes, me traio é a obrigação de ser livre! 'Se eu lhe pareço um monstro, digo que sou um homem da natureza, a natureza me inspira e me impõe isso. Obedeço meus desejos, meus anseios mais íntimos e puros. O que é natural não se discute, assim sendo não há lugar para essa moralidade. E antes que pareça ser mais um devaneio insensato de um seguidor do Marquês de Sade, digo ainda que sou o mestre modernizado, utilizando para isso todas as artimanhas que o dinheiro e a contemporaneidade me propõe…disfarces, subterfúgios, não há porque ser punido, o que faço é consensual, portanto legítimo. Nem as polícias, nem Deus.´' 

Trecho da peça que assisti ontem, do meu amigo gênio Rafael Primot, que está em cartaz no c.c. Justiça! Quarta e quinta! Ditas pelo igualmente genial Leandro Daniel "Ao invés de ensinar piano às meninas, pilotar carros aos meninos, os pais deveriam prescrever a liberdade como o elemento de obediência e regra de conduta. Ah, e jamais perdoar às faltas às aulas de física!", escreveu.

Foto: Reprodução
O Fuxico

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares