header top bar

section content

Sem sexo, idosa de 61 anos ataca marido de 22 e acaba morta

Alberto Melo de Souza, conhecido como Didi, de 22 anos, foi preso na última quinta-feira (2) suspeito de decepar partes do corpo de sua esposa Maria Aparecida, de 61 anos, e jogá-las em um córrego no Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo. Em seu depoimento a polícia, Didi afirma que cometeu o […]

Por

07/04/2015 às 09h30

Foto: Reprodução Rede Record

Alberto Melo de Souza, conhecido como Didi, de 22 anos, foi preso na última quinta-feira (2) suspeito de decepar partes do corpo de sua esposa Maria Aparecida, de 61 anos, e jogá-las em um córrego no Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo.

Em seu depoimento a polícia, Didi afirma que cometeu o crime para se defender. Cida queria ter relações com o marido e, diante na negação, o ameaçou com uma faca.

A polícia diz não acreditar nessa versão uma vez que a vítima morreu com cinco golpes precisos.

Após o crime, Didi esquartejou o corpo da esposa com uma serra elétrica e levou as partes em um carrinho de mercado até um córrego.

O homem limpou as marcas de sangue da casa e jogou fora todos os objetos de Cida, assim como a roupa que usou para cometer o crime e a serra elétrica.

Uma semana depois de perceber o sumiço de Cida, um vizinho desconfiou do que teria acontecido e denunciou Didi para a polícia.

O corpo foi encontrado por moradores da região que, a princípio, pensaram que se tratava de pedaços de um manequim, segundo a polícia.

R7

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!