header top bar

section content

Com pior aprovação desde 1999, Dilma busca apoio do Nordeste

Pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), realizada pelo Instituto MDA, confirmou o pessimismo dos brasileiros em relação ao Governo

Por

24/03/2015 às 07h49

Em meio à pior crise de popularidade enfrentada pela presidenta, Dilma confirmou uma reunião

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), realizada pelo Instituto MDA, confirmou o pessimismo dos brasileiros em relação ao Governo e o crítico momento que a presidenta Dilma Rousseff enfrenta.

A exemplo do que o Datafolha já havia antecipado na semana passada, o levantamento do CNT apontou que 64,8% dos entrevistados reprovam o Governo – o cenário é ainda pior quando considerado o desempenho pessoal de Rousseff: 77,7% a desaprovam.

A pesquisa traz ainda outra má notícia para o Planalto: para 68,9% dos entrevistados, Dilma é culpada pelo esquema de corrupção na Petrobras e 59,7% aprovam o impeachment da mandatária do Brasil.

Em meio à pior crise de popularidade enfrentada pela presidenta, Dilma confirmou uma reunião, para a próxima quarta-feira em Brasília, com os nove governadores do Nordeste. No encontro, que vem sendo articulado pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), ela deve ouvir uma série de reivindicações dos Estados, que querem principalmente a liberação de mais recursos de Brasília para obras, sobretudo de combate à seca no semiárido.

Na prática, porém, a reunião é vista como uma tentativa do Governo de estancar o sangramento de Rousseff na região, tradicional reduto petista e que teve peso decisivo para a eleição da petista em 2010 e 2014, mas onde a presidenta também tem visto sua popularidade despencar nas últimas semanas.

68,9% consideram Dilma culpada pela corrupção na Petrobras

 “Os governadores do Nordeste pediram uma audiência para ajudar o Brasil a enfrentar o desafio. O Nordeste é uma região que cresce mais do que o país, então é fundamental a presidente ter nesse diálogo a disposição para iniciar um processo de rearrumação, tanto da economia quanto da política”, disse o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), à imprensa regional na semana passada, quando foi confirmado o encontro. Os eleitores nordestinos foram decisivos para a vitória da petista. Nos nove Estados da região, Dilma obteve 12 milhões de votos a mais que o então adversário do PSDB, Aécio Neves.

Pessimismo
Realizada logo após as manifestações dos dias 13 (pró-Governo) e 15 (contra o Governo), a sondagem revela um pessimismo do brasileiro como um todo: da situação econômica à conjuntura política e à expectativa em relação aos serviços públicos (saúde, educação, segurança, etc.).

A avaliação positiva do Executivo federal é a pior desde 1999 (8%): apenas 10,8% avaliam o Governo como positivo, contra 64,8% de negativo e 23,6% de regular.

Já a avaliação do desempenho pessoal de Dilma é a pior já registrada desde o início da série histórica da CNT neste quesito: 18,9% aprovam a presidenta e 77,7% a desaprovam pessoalmente. Neste cenário, 66,9% se dizem descrentes em relação às medidas anunciadas para conter a crise.

Outro dado que chama a atenção é a preocupação do brasileiro em relação à situação econômica: 92,8% disseram estar preocupados com a economia. Metade dos ouvidos acha que o Brasil está parado em relação à economia, enquanto 38% consideram que está em retrocesso e 7,2% acham que está em desenvolvimento.

Para 63,9% dos ouvidos, a inflação está alta. E 91,2% disseram que já sentiram os reflexos da inflação no dia a dia.

Corrupção
Ao todo, 85% dos entrevistados acompanham ou já ouviram falar das denúncias de corrupção na Petrobras e, dentro deste nicho, 68,9% consideram Dilma culpada pelo escândalo que está sendo investigado na estatal – enquanto 67,9% creem que o ex-presidente Lula é culpado.

Ainda neste tema, 75,7% tomaram conhecimento da lista de políticos investigados pela Operação Lava Jato e, deste total, 90,1% acreditam que os nomes citados estão realmente envolvidos no esquema.

Ao todo, foram ouvidas 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 unidades federativas, entre os dias 16 e 19 de março. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de nível de confiança.

MSN

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan