header top bar

section content

Em lágrimas mãe de Eliza Samudio detona Bruno: “Esse pai foi mau o tempo inteiro”

Dona Sônia também confessa que precisa de paz para “criar o neto com dignidade”

Por

20/03/2015 às 08h16

Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samudio, chora em entrevista. Foto/ Reprodução

A mãe de Eliza Samudio, Sônia de Fátima Moura, teve a oportunidade de assistir às declarações do presidiário e de quem, segundo a justiça, foi condenado pela morte da filha dela, em entrevista à Gugu Liberato.

Em um dos momentos emocionantes da entrevista, dona Sônia não resiste e vai às lágrimas ao falar do neto, Bruninho, filho de Eliza e, de acordo com processo, também de Bruno.

"Em momento nenhum. Ele foi dissimulado e todo momento foi mentiroso. A mala da Eliza foi achada onde? Queimada no sítio dele. Outra coisa: as sandálias, os óculos foram achados dentro do carro. Ele fala na entrevista que passou dez dias com meu neto e não sabe onde ela está? Ele premeditou, ele mandou. O meu neto está vivo graças à mão de Deus porque o meu neto era para ser exterminado, assim como exterminaram a vida da minha filha. Deus permitiu que isso não acontecesse". Disse.

Sônia ainda desabafou: 

— Eu só queria paz. Só quero paz para criar o meu neto. Eles não me dão. Preciso de paz para poder criar o meu neto com dignidade. Para mostrar o caminho a seguir e não mostrar esse pai. Esse pai não é modelo pra ninguém. Ele foi mau o tempo inteiro. Não é porque passou quatro, cinco anos na cadeira que vai ficar bonzinho agora.

R7

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!