header top bar

section content

Mateus, da dupla com Jorge, conta que dores o afastará da guitarra

No show desta sexta, sertanejo contou que dores na mão vão afastá-lo por dois meses

Por

03/10/2011 às 14h09

Nesta sexta-feira (30), a dupla Jorge & Mateus subiu ao palco do Credicard Hall, em São Paulo, para dar início a uma série de três shows na casa de espetáculos, que vai se estender para este sábado (1º) e domingo (2).

Esta é a primeira vez que os goianos emendam uma temporada no Credicard. De quebra, eles ainda sobem ao palco com ingressos esgotados para as duas primeiras noites. Para domingo ainda há bilhetes disponíveis.

O primeiro espetáculo começou passava das 23h e causou ira na imprensa que aguardava para conversar com a dupla desde as 20h. Sem poder falar com os goianos, o burburinho nos bastidores era tenso. No entanto, lá na pista e nos camarotes a animação tapeou a espera pelo show.

Para o espetáculo, Pra que Entender, Amo Noite e Dia [cantada duas vezes] e Aí Já Era foram cantadas em coro pelo público. Seu Astral foi responsável por abrir o show, enquanto ficou com Voa Beija-flor o papel de encerrar a primeira noite.
No show que a dupla fez no Credicard Hall nesta sexta, os goianos deram um show mesmo foi no tratamento aos fãs.

Apesar do atraso, durante o espetáculo, a cada música eles faziam questão de conversar com os seguidores e chamavam alguns pelo nome, aparentando se conhecerem há anos. E de fato se conheciam. Em entrevista ao R7 após o show desta sexta, Jorge contou que uma das grandes preocupações da dupla é justamente fazer o fã se sentir realmente importante.

– A gente sabe que as pessoas gostam de atenção. Todo mundo gosta de ser lembrado. Ao longo do tempo que estamos na estrada fomos fazendo amizade. Tem gente que já foi em mais de cem shows de Jorge & Mateus, então é inevitável que você não saiba o nome e não faça questão que ele se sinta único.

Mateus dá o crédito para essa interação com o público ao parceiro.
– Esse jeito de conversar com os fãs no show é a nossa maneira de conduzir o espetáculo. E isso acontece mais pelo Jorge, pois ele tem uma memória muito boa. [risos] Eu ainda esqueço um pouco o nome da galera. Ele tem esse jeito de interagir. A galera gosta desse jeito.

Nos mais de seis anos de estrada e com o quarto CD a caminho, os sertanejos focam as energias em manter uma ligação com o fã antigo e cativar os novos. Eles não se preocupam em parar um show para pegar um cartaz na plateia ou tocar uma música improvisada, pois o cara no meio da galera pediu um hit antigo. Jorge pontua o sucesso com uma única receita.

– É uma conquista diária de público. Um artista que lida com o público tem que ter fã para continuar tendo uma carreira. Ele só precisa trabalhar para que as pessoas sempre queiram estar ao nosso lado.

Afastamento das guitarras
No show, Mateus fez questão de falar aos fãs que ficará afastado por um certo tempo para cuidar de um problema na mão. Mas o afastamento dos palcos é só da guitarra e do violão, pois ele continuará cantando ao lado do parceiro, normalmente. Nesta sexta, ele fez seus solos, porém, com dores. Isso deve se repetir nestes sábado e domingo.

O que aconteceu com o sertanejo é que, durante um jogo de vôlei, ele sofreu um impacto forte em um dedo que acabou inflamando um nervo. Ele contou no camarim após o show que terá de ficar cerca de dois meses cuidado do trauma. Deve voltar a abusar do talento de instrumentista em dezembro.

R7
 

EFEITO IMEDIATO

VÍDEO: Após protesto nas ruas, chefe da PM anuncia ações para combater o crime em São João do Rio do Peixe

AMIGO DE BRÁULIO BESSA

VÍDEO: Poeta que esteve no Encontro com Fátima Bernardes foi o convidado do Xeque-Mate da semana; VEJA!

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Pentecostal de Jerusalém

DIÁRIO ESPORTIVO

DIÁRIO ESPORTIVO: Tudo que rolou no Campeonato Brasileiro e os preparativos para o Paraibano