header top bar

section content

Cajazeiras ganhará fábrica de cigarro ecológico

A cidade de Cajazeiras, poderá ganhar mais uma fábrica, com isso, aumenta o ciclo de investimentos que estão previstos para o município. O rool de industrias que se instalarão em Cajazeiras, gerará centenas de empregos, consequentemente propiciando as familias, uam melhor qualidade de vida. Os últimos anuncios de instalação de industrias em Cajazeiras, derão conta […]

Por

10/05/2009 às 21h10

A cidade de Cajazeiras, poderá ganhar mais uma fábrica, com isso, aumenta o ciclo de investimentos que estão previstos para o município. O rool de industrias que se instalarão em Cajazeiras, gerará centenas de empregos, consequentemente propiciando as familias, uam melhor qualidade de vida.

Os últimos anuncios de instalação de industrias em Cajazeiras, derão conta de que uma fábrica de estofados, outra de calçados e ainda de eletrodoméstico e uma industria farmaceutica, devem está chegando a cidade. No último fim de semana, o ex-prefeito Carlos Antonio, que recentemente chegou da China, confirmou a instalação de uma fábrica de cigarros ecológicos. Segundo Carlos, este cigaro não contém nicotina e pode ser usado em ambientes fechados, fato que impulsionará as suas vendas.

Conforme afirmou o ex-prefeito, o cigarro é regarregado a enérgia elétrica e cada cigarro contém um filtro que pode ser utilizado até com 200 tragos, uma outra caracteristica do novo produto que terá a disposição dos consumidores vários sabores, é que a fumaça do cigarro desaparece rapidamente e não exala odor e nem tão pouco prejudica a saúde.

O cigarro eletrônico dá ao "fumante" o sabor de nicotina, que pode ser opcionalmente combinado com outros gostos. Além de não causar danos à saúde do usuário, o "cigarro eletrônico" não afeta pessoas que estão em volta, os fumantes passivos e, de acordo com o fabricante, pode ser utilizado em locais de não-fumantes.

Para quem gosta de fumar mas tem receio dos males que o cigarro causa à saúde, a empresa chinesa criou um aparelho que simula a sensação sem causar danos. O dispositivo mantém o usuário livre das susbstâncias tóxicas e que causam câncer, como cádmio, arsênio e muitas outras.

O "e-cigarette", como está sendo chamado, funciona da mesma forma que os adesivos e chicletes de nicotina, entregando aos poucos a substância ao fumante.

A principal diferença do cigarro eletrônico em relação aos outros produtos é a simulação do ato de fumar, que pode ajudar as pessoas a largar o vício. Ele emite até fumaça, mas de vapor.

"Ele parece um cigarro e permite às pessoas sentirem o prazer de fumar. Isso faz ele ser diferente", disse Carlos Antonio.

O cigarro eletrônico ou ecológico é fabricado pela empresa chinesa Golden Dragon Group, e funciona com uma bateria.

O cigarro ecológico está sendo testado pelo Imetro no Rio de Janeiro e em Saão Paulo, passando assim por uma critériosa analíse de qualidade para que possa ser colocado a venda. A primeira fábrica do cigarro que deverá ter o nome de "Serra" em homenagem a Lei promulgada pela governador de São Paulo José Serra que proibiu que pessoas fumem em estabelecimentos fechados, será em Cajazeiras, que distribuirá para o restante do país.

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão


DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada