header top bar

section content

Ponte de Pilões em São João do Rio do Peixe corre risco de ser arrastada pelas águas

As chuvas caídas na região do Rio do Peixe, não só estão causando enchentes e cortando estradas, mais poderá causar a destruição da ponte de Pilões, deixando intrafegáveis os municípios de Triunfo e Santa Helena. O grande volume de pasta que se acumula na sangria da barragem que está sangrando com uma lâmina de 50 […]

Por

27/04/2009 às 00h14

As chuvas caídas na região do Rio do Peixe, não só estão causando enchentes e cortando estradas, mais poderá causar a destruição da ponte de Pilões, deixando intrafegáveis os municípios de Triunfo e Santa Helena.

O grande volume de pasta que se acumula na sangria da barragem que está sangrando com uma lâmina de 50 cm, está impedindo a passagem da água, ocasionando com isso o represamento, pondo em risco a segurança da ponte, que foi construída em 1932, quando o governo realizava as obras de construção da barragem.

Segundo informações do Superintendente do DER, Solon Diniz, uma retroescavadeira já esteve realizando uma limpeza, mais nas últimas horas o volume de pasta tem aumentado e o órgão estará realizando uma nova limpeza no sangradouro, como também o preenchimento com cascalho da cabeceira da ponte, que está sendo levada pela força das águas.

A barragem de Pilões está bastante assoreada, com isso o volume do manancial está reduzido, motivo este que tem aumentado os problemas do Rio do Peixe, que invade as ruas de São João do Rio do peixe, deixando famílias desabrigadas..

JOSELITO FEITOSA
Da Redação do Diário do Sertão

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula