header top bar

section content

em CZ: Confira a programação do Domingo de Ramos

A Semana Santa começa neste domingo, dia 5 de abril. É o Domingo de Ramos que relembra a entrada solene de Jesus Cristo em Jerusalém. Na Catedral Nossa Senhora da Piedade, no Centro de Cajazeiras, haverá Missas com Bênção dos Ramos: às 10h no distrito de Engenheiro Ávidos, às 16h30 procissão de Ramos, saindo da […]

Por

03/04/2009 às 23h28

A Semana Santa começa neste domingo, dia 5 de abril. É o Domingo de Ramos que relembra a entrada solene de Jesus Cristo em Jerusalém.

Na Catedral Nossa Senhora da Piedade, no Centro de Cajazeiras, haverá Missas com Bênção dos Ramos: às 10h no distrito de Engenheiro Ávidos, às 16h30 procissão de Ramos, saindo da Matriz de Fátima, para a Cadetral, o padre Agripino avisa que não haverá a missa das 19 horas.

Programação do Domingo de Ramos em outras Paróquias de Cajazeiras:

Paróquia São João Bosco na zona sul
Procissão de Ramos às 7h00 (saindo da capela de Santo Antonio), e terminado com a missa na paróquia ás 8h celebrada pelos Padres Janilson Rolim e Neto, haverá também missa ás 19h.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Missa ás 07h da manhã como de costume.

As demais paróquias não enviaram suas programações para o Domingo de Ramos para nossa redação.

Obs: Nós que fazemos o portal DIÁRIO DO SERTÃO pedimos a gentileza aos Padres e Paroquianos das paróquias da Diocese de Cajazeiras para nos enviarem suas programações da semana santa para serem publicadas aqui neste Portal. Por favor, enviar para o e-mail: diariodosertao@gmail.com.

Da redação do Diário do Sertão

Tags:
VÍDEO

Coordenador da Energisa garante melhoria e dá dicas sobre ‘queda’ de raios durante o período de inverno

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”