header top bar

section content

Comércio piranhense desperdiça melhor época do ano para vender mais

O natal chegou e as compras de fim de ano começaram a impulsionar o comércio local. Mas, grande parte do dinheiro que seria para ser injetado na economia de São José de Piranhas, já tem destino certo, o comércio de Cajazeiras. O problema é que, mesmo nas lojas de grande porte, faltam estratégias de vendas, […]

Por

09/12/2008 às 01h06

O natal chegou e as compras de fim de ano começaram a impulsionar o comércio local. Mas, grande parte do dinheiro que seria para ser injetado na economia de São José de Piranhas, já tem destino certo, o comércio de Cajazeiras.

O problema é que, mesmo nas lojas de grande porte, faltam estratégias de vendas, atendimento mais especializado, publicidade nos meios de comunicação local, além de não colocarem à disposição dos clientes o sistema de cartão de crédito e débito, já que cerca de 80% das compras hoje são pagas com o CARTÃO.

Notamos em algumas lojas, como nesta da foto, que há funcionários que foram treinados especificamente para atender pessoas, mais faltam na loja os requisitos já citados para melhor atender a expectativa do cliente. É mais uma oportunidade de venda.

As lojas especializadas em artigos de presentes, perfumaria, calçados, confecções e eletroeletrônicos vivem a expectativa de bons negócios. O que precisa é que os lojistas não se acomodem e adotem práticas mais criativas para atrair os consumidores e não deixar que eles gastem o seu dinheiro em outras cidades da região, como acontece.

A expectativa do comércio local para este mês de dezembro é de que as vendas fiquem pelo menos 10% superiores ao mesmo período de 2007.

Do Portal Radar Sertanejo

Tags:
VÍDEO!

Diário esportivo fala sobre os craques da Copa do Mundo e o futebol amador da cidade de Cajazeiras

EMPODERAMENTO

VÍDEO: Equipe Bike Girls de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita