header top bar

section content

Jeová recua e adia para depois das eleições denúncia judicial contra Correio

Na tarde desta terça-feira, 30, o deputado estadual Jeová Campos (PT-PB), disse que só depois das eleições vai decidir se ingressa ou não com uma denúncia na 68ª Zona Eleitoral, contra o Sistema Correio da Comunicação, sobre uma possível oferta de manipulação de pesquisa na cidade de Cajazeiras. Na noite deste domingo, 29, durante um […]

Por

30/09/2008 às 21h09

Na tarde desta terça-feira, 30, o deputado estadual Jeová Campos (PT-PB), disse que só depois das eleições vai decidir se ingressa ou não com uma denúncia na 68ª Zona Eleitoral, contra o Sistema Correio da Comunicação, sobre uma possível oferta de manipulação de pesquisa na cidade de Cajazeiras.

Na noite deste domingo, 29, durante um comício em Cajazeiras, alto Sertão paraibano, Jeová Campos fez uma séria acusação ao Sistema Correio, quando afirmou que foi procurado para pagar R$ 200 mil em uma pesquisa onde os dados seriam manipulados, inclusive enviou nota oficial a respeito do caso para toda a imprensa paraibana.

O deputado acusou o superintendente do Sistema Correio, Alexandre Jubert, de ser o mentor da oferta. E, conforme Jeová, a pesquisa seria favorável ao candidato a prefeito pela situação, Mário Messias Marinho (DEM).

Do WSCOM Online

Tags:
RELIGIÃO

VÍDEO: Padre da região de Patos fala sobre promessa de cura e restauração em missas: “Quem cura é Jesus”

NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Músico que foi atingido por um tiro em São José de Piranhas se emociona ao relatar o fato

NESTE FIM DE SEMANA

VÍDEO: Comerciante africano traz a Cajazeiras feira popular de São Paulo que vende pela metade do preço

DIRETO AO PONTO

Nutricionista sousense fala sobre a hipertensão e ensina receita de sal de ervas