header top bar

section content

Sem UTI neo-natal no Sertão, bebê de um mês é transferido para Campina Grande

Bebê de apenas um mês de vida finalmente é transferido na manhã de hoje para o Hospital Infantil Clips, em Campina Grande, depois de percorrer vários hospitais na região, como os de Cajazeiras e Sousa

Por

14/09/2008 às 16h12

Bebê de apenas 1 mês finalmente é transferido na manhã de hoje para o Hospital Infantil Clips em Campina Grande depois de percorrer vários hospitais na região do alto sertão paraibano.

O filho de Maria de Fátima, de apenas 1 mês, residente no Distrito de Santa Rita na vizinha cidade de Santarém, deu entrada no Hospital Regional de Sousa, na manhã deste sábado apresentando um quadro clinico de Septicemia, em estado avançado, foi atendido pelo pediatra Dr. George e a médica Socorro Abrantes, o bebe, segundo informações da mãe e familiares ligado o mesmo já tinha sido atendido em Cajazeiras, pela médica Dra. Catarina, na 5ª feira, após a consulta a médica liberou o mesmo pra casa.

Luta pela vida

O Recém nascido continuou tendo febre alta e vomito, a equipe médica do Hospital Regional de Sousa começou uma luta para transferir o bebê, até então apareceram as dificuldades, uma delas a falta de Ambulância para a remoção até Campina Grande, foi realizado várias tentativas juntamente a Prefeitura Municipal de Santarém, durante todo dia e não obteve êxito, sendo que a cada instante aumentava a luta pela sobrevivência do bebe já que no Hospital Regional não disponibiliza de UTI neonatal apenas uma de adulto altamente equipada.

Improviso
O bebê teve que contar com uma assistências de emergência improvisada com monitoração cardíaca e ventilação mecânica até que fosse encontrado uma solução, também fora mantido contato com o SAMU do município de Sousa, que com muita luta ficou de fazer a remoção do bebê durante a noite, essa AMBULÂNCIA DO SAMU, não apareceu, e por volta de meia noite o bebê teve seu quadro clinico evoluído com uma piora sendo encaminhado para a UTI mesmo de adulto, segundo informações da médica de plantão ele chegou em para respiratória, foi reanimado e mantido em ventilação mecânica e só hoje dia 14 de setembro foi que a AMBULÂNCIA DO SAMU, veio aparecer com a finalidade de realizar a remoção do Recém Nascido.

width=135A reportagem esteve no local na manhã deste domingo(14) exatamente na hora em que o SAMU, se preparava para viajar no entanto conversamos com uma enfermeira por nome de Lucrecia, onde a mesma nos informou que estava desde de sábado(13) lutando para conseguir transferir essa criança já que a Prefeitura municipal de Santarém não tinha se manifestado em relação a transferências do menor, e a UNIMED teria cobrado um valor de R$ 3.500,00 pra fazer esse viajem até Campina Grande sem que fosse um médico, devido o valor ser muito alto tinha na verdade apelado para o SAMU de Sousa.

Pedido da Mãe
A Mãe(foto) desesperada em contato com nossa reportagem pediu mais atenção às autoridades de nosso estado para que casos desses não venham acontecer com outras crianças já que aconteceu com a dela.

Da redação do Diário do Sertão com informações do portal sertão noticias

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares