header top bar

section content

Idosa que foi resgatada de cativeiro em boca de fumo se recupera e já consegue até falar

Há um mês dona Francisca foi resgatada de cativeiro onde vivia em condições subumanas. Hoje ela vive em Casa do Idoso e se recupera bem

Por Jocivan Pinheiro

23/02/2016 às 15h46 • atualizado em 23/02/2016 às 16h10

A exatos um mês atrás, dona Francisca Bezerra foi resgatada de um cativeiro onde vivia em condições subumanas. Mantida presa em um casebre localizado na Rua Fausto Rolim, Bairro São Francisco, zona sul de Cajazeiras, ela foi retirada do local pelo Corpo de Bombeiros após moradores denunciarem o caso ao Conselho do Idoso. Quem vê dona Francisca hoje, aparentando condições físicas melhores, não imagina a situação em que ela se encontrava quando foi resgatada.

A hora da reza com seu Antônio é o momento que Dona Francisca mais gosta

A hora da reza com seu Antônio é o momento que dona Francisca mais gosta na Casa do Idoso

O local não tinha a menor condição higiênica, e dona Francisca estava subnutrida e aparentando certo grau de demência provocado pelos maus tratos. As consequências psicológicas e físicas foram tão violentas que ela aparentava ter uma idade bem mais avançada. Quem a viu no dia do resgate não acreditou que ela tem apenas 66 anos.

Segundo informações da polícia, a pessoa que era responsável pela idosa e está sendo acusada dos maus tratos é uma sobrinha dela, que não teve o nome revelado. No momento do resgaste ela teria foragido do local, mas o Ministério Público ainda vai notificá-la para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Cabo Maciel, presidente do Conselho do Idoso e da Casa do Idoso Joca Claudino, ao lado de dona Francisca

Cabo Maciel, presidente do Conselho e da Casa do Idoso Joca Claudino, ao lado de dona Francisca

Após ser resgatada e passar um período se recuperando no hospital, dona Francisca foi levada para a Casa do Idoso Joca Claudino, em Cajazeiras, onde nossa equipe pôde constatar que, mesmo ainda debilitada, em um mês a transformação é visível.

Ela não consegue andar e fala com muita dificuldade. Mas no seu novo lar, dona Francisca já arrisca um sorriso, principalmente quando chega a hora da reza de seu Antônio, que também mora na Casa.

O presidente do Conselho do Idoso de Cajazeiras e da Casa do Idoso Joca Claudino, Liduíno Maciel (Cabo Maciel), revelou que a residência onde dona Francisca vivia está sendo investigada pela polícia como possível ponto de venda de drogas, e que o cartão da aposentadoria da idosa está no nome de um sobrinho dela que está preso por tráfico.

– Hoje, o que a gente fica triste é a própria família que maltrata os idosos. Como é que se aceita uma aposentadoria de um idoso estar no nome de uma pessoa que é um sobrinho? – questiona Cabo Maciel – Mas nós já tomamos as providências cabíveis que requer o caso e estamos aqui com dona Francisca com outra vida, com saúde, melhorando cada dia mais com o que diz respeito ao seu tratamento – completa.

À esquerda, dona Francisca após ser resgatada. À direita, ela após um mês na Casa do Idoso

À esquerda, dona Francisca no dia do resgate. À direita, ela após um mês na Casa do Idoso

.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!