header top bar

section content

Com a presença de pais e alunos, vereador cobra solução para transporte escolar em Cajazeiras

Para Jucinério Félix , faltou planejamento antes de abrir licitação para o transporte. Ele disse que as instituições estão 'brincando' com os estudantes

Por Jocivan Pinheiro

08/03/2016 às 15h11 • atualizado em 09/03/2016 às 14h34

Falta de transporte escolar na zona rural de Cajazeiras foi o principal tema debatido entre parlamentares de situação e oposição na sessão desta segunda-feira (7) na Câmara Municipal. A oposição levou à tribuna uma lista de comunidades que estariam sem transporte e cobrou providências urgentes por parte da 9ª Gerência Regional de Ensino. A situação, por sua vez, reconheceu o problema, mas o justificou e garantiu que ele será resolvido nos próximos dias.

Os sítios Barreiros, Baixio, Chique Chique dos Limas, Caldeirão, Patamuté, Tabuleiro, Fátima, Marias Pretas, Vaca Morta, Catolé dos Gonçalves, Catolé Pé de Serra, Cachoeirinha dos Militões, Cachoeirinha dos Batalhas e Cezário são algumas das comunidades que estariam sem ônibus há pelo menos um mês e os alunos perdendo aulas.

Bancada de oposição: da esquerda para a direita: Neguin do Mondrian, Marcos do Riacho do Meio e Jucinério Félix

Da esquerda para a direita, os vereadores de oposição Neguin do Mondrian (Rede), Marcos do Riacho do Meio (PT) e Jucinério Félix (PPS)

A sessão contou, inclusive, com a presença de alunos e pais de alunos que estiveram no auditório acompanhando as discussões e confirmando as informações levadas à tribuna pelos vereadores oposicionistas. De acordo com essas famílias, a cooperativa de ônibus que ganhou a licitação no ano passado para realizar o transporte dos estudantes, a Coopertrans, alega que o que ela recebe em dinheiro, previsto na licitação, acabou sendo insuficiente para garantir a cobertura plena de todas as áreas, por isso alguns sítios ficaram sem transporte.

Para o vereador Jucinério Félix (PPS) , faltou planejamento antes de abrir a licitação e faltou enviar as informações completas das áreas pela 9ª Gerência Regional de Ensino à comissão de licitações do Governo do Estado. Revoltado, ele disse que as instituições envolvidas no caso estão ‘brincando’ com os estudantes.

“O que faltou foi planejamento. Essa justificativasinha agora de “estamos ajeitando”, podia ter sido ajeitado bem antes. Depois que prejudica, aí agora “nós vamos ajeitar”. Isso é brincar com o eleitor, brincar com quem paga impostos. É todos os anos essa brincadeira com a cara de vocês, estudantes”, protestou.

Jucinério alertou as comunidades para ficarem vigilantes em relação ao transporte e exigiu dos representantes do Governo do Estado na Câmara que o problema seja resolvido nas próximas horas.

“A empresa está começando. Tem que ficar de olho. Se ela não cumprir com suas obrigações, nós vamos dizer que tem que tirar. E vocês, alunos, são os nossos olhos. Agora só tem uma saída: resolver. Em curto prazo. É questão de horas.”

DIÁRIO DO SERTÃO

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”

CÓDIGO COMPROVA

No 1º Xeque-Mate de 2018, tecnólogo diz que é fácil fraudar eleições com urna eletrônica e explica como