header top bar

section content

Campanha de combate ao trabalho infantil é lançada cidade da região de Cajazeiras

Promoção de debates sobre causas e consequências do trabalho infantil seguido de depoimentos de adultos.

Por Luzia de Sousa

04/04/2016 às 15h30 • atualizado em 04/04/2016 às 15h31

Poço José de Moura contra o trabalho infantil

Associação Cultural Pisada do Sertão através da execução do projeto Centro de Cultura, Esporte e Cidadania – CEC apoiado pela Fundação Itau Social por meio do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescentes em parceria com o CMDCA, Ministério Público do Trabalho e Prefeitura Municipal realizou no dia 31 de março no auditório do Memorial Zé de Moura o Lançamento da Campanha ” Não aceito trabalho infantil” que tem como objetivos: Contribuir para a redução dos índices de trabalho infantil, sensibilizar as famílias e comunidade para as consequências do trabalho infantil, mobilizar a comunidade em favor da causa que motiva a campanha, promover espaços de discussões sobre o tema no município e divulgar a campanha em todo estado da Paraíba. A solenidade contou com a participação de diversos representantes de instituições locais que abraçaram a causa e vestiram a camisa junto com a Pisada do Sertão.

A campanha foi lançada esta semana

A campanha foi lançada esta semana na cidade

A realidade social da cidade de Poço de José de Moura não difere dos pequenos municípios do sertão paraibano, uma região carente de equipamentos, ações e projetos culturais, esportivos e sociais sustentáveis que possibilitem as crianças e jovens o acesso a práticas esportivas e culturais que promovam o desenvolvimento integral. O contexto que se insere a realização da Campanha “ Não aceito trabalho infantil”, está relacionado aos significativos índices municipais de violações de direitos entre eles o que mais se destaca é o trabalho infantil domestico e comercial.

Promoção de debates sobre causas e consequências do trabalho infantil seguido de depoimentos de adultos que já foram vítimas dessa violação de direitos;

Mobilização social nas ruas da comunidade local através da ação do NUCA por meio do “selo cidadão”;
Audiência pública com a participação de representante do MPT, autoridades locais, educadores, famílias e comunidade;

Realização da semana de combate ao trabalho infantil de 11 a 17 de junho, com a execução de diversas ações, estando estas articuladas as organizações parceiras.

Assessoria

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares