header top bar

section content

Sob muita comoção, corpo de vendedor assassinado no estado do Maranhão é sepultado em Cajazeiras. FOTOS!

Muita tristeza na cidade de Cajazeiras: A família e os amigos acompanharam o velório do vendedor e sob muita comoção deram último adeus ao cajazeirense.

Por Luzia de Sousa

06/04/2016 às 08h45 • atualizado em 06/04/2016 às 09h27

Sepultamento na cidade de Cajazeiras do vendedor Dadá.

Foi sepultado nessa terça-feira (5) em Cajazeiras, o corpo do vendedor Antônio da Silva, 22 anos, mais conhecido por “Dadá”, que foi assassinado nesse domingo (3), no estado do Maranhão.

O corpo do jovem chegou a Cajazeiras, foi velado na residência dos parentes, no Centro da cidade e em seguida sepultado no Cemitério Nossa Senhora de Aparecida.

A família e os amigos acompanharam o velório do vendedor e sob muita comoção deram último adeus ao cajazeirense.

Entenda
Um jovem vendedor da cidade de Cajazeiras, identificado por Antônio da Silva, 22 anos, mais conhecido por “Dadá” foi assassinado nesse domingo (3), no estado do Maranhão.

Segundo relatos de familiares, o carro que o jovem estava teria sido seguido por pelo menos quatro homens na cidade de Santa Inês, onde foi abordado e o vendedor atingido com tiro no peito. Ele teve morte no local e a polícia não descarta a prática de assalto.
.
O cajazeirense trabalhava realizando cobrança no Maranhão e teria realizado uma cobrança a um cliente, que foi evado pelos acusados.

Família e amigos se despediram do ovem nessa terça-feira

Família e amigos se despediram do ovem nessa terça-feira

DIÁRIO DO SERTÃO com foto de Ângelo Lima

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares