header top bar

section content

Primeiro caso confirmado: Morre jovem formada em Letras vítima de ‘Gripe Suína’

A vítima estava internada no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande

Por Luzia de Sousa

06/04/2016 às 14h25 • atualizado em 06/04/2016 às 15h43

A jovem Mirla Farias de Pereira, 25 anos, morreu nesta terça-feira (5), com o primeiro caso de H1N1 confirmado em Campina Grande, no Agreste paraibano. A Secretaria de Saúde do Município confirmou que esta é a primeira morte provocada pela gripe na 3ª região de saúde.

A vítima estava internada no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, desde o dia 7 de março, apesar do tratamento, não resistiu.

A jovem morava em Campina Grande e era graduada do curso de Letras da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Ainda segundo a 3ª região de saúde, dos 12 casos notificados na região de Campina Grande, dois foram confirmados – entre eles o da paciente que morreu nesta terça-feira – e outros 10 aguardam o resultado de exames.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES), até a manhã desta terça-feira, havia sido notificados oito óbitos com suspeita de H1N1 na Paraíba. Um deles já foi descartado (João Pessoa) e os demais seguiam em investigação (um em Puxinanã, outro em Campina Grande, um em Camalaú e quatro em João Pessoa) com amostras no Instituto Evandro Chagas.

Até o último dia 29, a Paraíba havia contabilizado sete casos confirmados da gripe H1N1. De acordo com a SES, a campanha de vacinação deste ano só deve começar no dia 30 deste mês.

DIÁRIO DO SERTÃO com PB Debate

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”