header top bar

section content

Assaltante baleado em troca de tiros com Policial em Sousa mostrou arrependimento e quer pagar pelo crime

Questionado sobre o dia do assalto, ele disse que lembra apenas que desceu da moto, e logo em seguida foi atingido e com fortes dores, caiu no chão.

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/05/2016 às 15h58 • atualizado em 03/05/2016 às 16h21

Durante troca de tiros em um restaurante no centro da cidade de Sousa na última quinta-feira (28), três pessoas foram alvejadas, entre elas, os dois assaltantes foram atingidos por um policial que estava a paisana, e conseguiu frustar o roubo.

Na delegacia, Francisco Juliano Felix,  confessou estar arrependido e que irá pagar pelo seu erro e foi induzido por outras pessoas a praticar o roubo: “Eu sou de família pobre, humilde do sítio, fui criado na roça, trabalhei nas melhores empresas em Sousa e fui atraído a fazer isso”.

Questionado sobre o dia do assalto, ele disse que lembra apenas que desceu da moto, e logo em seguida foi atingido e com fortes dores, caiu no chão.


Veja mais!

É PERIGO: tiroteio deixa três feridos durante tentativa de assalto na cidade de Sousa

Após ser ouvido na Delegacia de Policia Civil da cidade de Sousa e ser realizado os procedimentos legais que requer o caso, e Juliano foi encaminhado à Colônia Penal Agrícola do Sertão, onde ficarão à disposição da Justiça.

Juliano estava com uma bíblia nas mãos e mandou um alerta aos jovens: “Não vale a pena, eu sou testemunha, eu errei e quero pagar, vou sair dessa e me recuperar.”
DIÁRIO DO SERTÃO

"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”