header top bar

section content

Escola de Cajazeiras diminui horário de aulas e muda a merenda por falta d’água – VÍDEO!

Direção da escola alega que a Cagepa aumentou o número de dias sem água no rodízio e não avisou previamente

Por Jocivan Pinheiro

04/08/2016 às 16h12 • atualizado em 04/08/2016 às 16h17

Por causa da escassez de água no Açude Engenheiro Havidos (Boqueirão de Piranhas), que está com apenas 7% da sua capacidade, alguns bairros de Cajazeiras estão enfrentando racionamento há mais de um ano. Só que nos últimos dias a situação piorou e a pouca água disponível está demorando cada vez mais a chegar às residências. Moradores reclamam que em alguns lugares o líquido demora até mais de uma semana.

Escola

Escola Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios

É o caso da Escola Municipal Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios, que teve que reduzir o horário das aulas e mudar o cardápio da merenda escolar por causa da falta d’água. Segundo a mãe de um aluno, tem dias em que o lanche é apenas fruta porque não há água para cozinhar outras comidas. A direção da escola alega que a Cagepa aumentou o número de dias sem água no rodízio e não avisou previamente, por isso os reservatórios da escola secaram.

VEJA TAMBÉM: Cagepa reduz captação em açude, e diretor garante água em Cajazeiras até 2017

» Gerente da Cagepa anuncia adutora para ‘salvar’ cidade do Vale do Piancó

Já o diretor regional da Cagepa, Cleudismar Alexandre (Nenem da Cagepa), afirma que houve um rompimento de tubulação na adutora e esse problema teria ocasionado a suspensão da distribuição de água em alguns bairros da zona sul, principalmente o Bairro dos Remédios que, segundo ele, é o mais distante do Açude Boqueirão e fica em uma parte alta da cidade.

No entanto, no mês passado Nenem contou à TV Diário do Sertão que a Cagepa foi orientada a reduzir mais uma vez a captação em Boqueirão e isso prolongou o racionamento na cidade. A captação que era de 153 litros por segundo passou a ser de apenas 120 l/s. Boqueirão de Piranhas tem capacidade para 250 milhões de m³ de água, mas atualmente está com pouco menos de 18 milhões, que corresponde a 7% da sua capacidade.

Versão da Secretaria de Educação

A Secretaria de Educação do município de Cajazeiras informou que a maioria das escolas avisa quando fica sem água para que a Secretaria possa providenciar carros-pipa para abastecer. Porém, ela alega que não tomou conhecimento do caso da Escola Matias Duarte Rolim, no Bairro dos Remédios.

DIÁRIO DO SERTÃO

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’