header top bar

section content

Vaqueiros tomam as ruas de CZ em protestos contra a proibição da vaquejada – VÍDEO

A manifestação reuniu não só pessoas que vivem da vaquejada, mas também profissionais de outras áreas e que são vaqueiros por hobby

Por Jocivan Pinheiro

11/10/2016 às 15h18 • atualizado em 11/10/2016 às 15h20

Na manhã desta terça-feira (11), dezenas de vaqueiros, vaqueiras e simpatizantes realizaram uma manifestação em Cajazeiras em protesto contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir a vaquejada no Brasil ao tornar inconstitucional uma lei do Estado do Ceará que regulamentava essa prática.

Vaqueiros seguem para o Centro da cidade

Vaqueiros seguem para o Centro da cidade

A manifestação reuniu não só pessoas que vivem da vaquejada, mas também profissionais de outras áreas e que são vaqueiros por hobby ou, como muitos afirmam, por amor à cultura. Advogados, empresários, veterinários e políticos estavam no protesto.

VEJA TAMBÉM: Cavalos ocupam as principais ruas de Sousa durante protesto realizado por vaqueiros

⇒ Sindicalista de Cajazeiras admite ter maus-tratos nas vaquejadas e rodeios, mas diz ser a favor

Os adeptos da vaquejada se reuniram no Parque de Exposições de Animais e de lá partiram para o Centro da cidade, onde percorreram as principais ruas em cavalos e carros, empunhando faixas, entoando cantorias típicas e chamando a atenção da população com palavras de ordem e alegando que os animais não são maltratados nas vaquejadas, e que essa tradição gera emprego e renda para a região.

O vereador e prefeito recém-eleito de Cajazeiras, Marcos do Riacho do Meio (PT), conhecido por ser um dos principais representantes do homem do campo na política local, estava na manifestação. Para ele, a proibição da vaquejada é fruto de preconceito e maldade contra o povo nordestino.

“Quem está proibindo talvez não conheça o que é vaquejada e não sabe o prejuízo que está dando. Não é só a queda do boi. Você tem que pensar no desemprego direto. Esses deputados federais, senadores, têm que voltar atrás e tomar conhecimento do que eles estão fazendo. Eu acho que isso é uma maldade com o Nordeste.”

O veterinário Eldismar Firmino, que também estava no protesto, afirma que a vaquejada evoluiu bastante nas últimas décadas em termos de profissionalismo, segurança e proteção dos animais. “A vaquejada hoje é toda com responsabilidade, com proteção dos animais. Hoje a vaquejada é diferente de 15 anos atrás.”

O advogado Judah Ben-Hur completa: “Se não fosse a vaquejada hoje aqui no nosso Sertão, vários animais desses estariam passando fome.”

.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan