Cidades
13/10/2016 às 15h39

postado por: Diário do Sertão

Prefeito interino de Patos se reúne com Dinaldo Filho e discute processo de transição de governos

Lenildo Morais também esteve acompanhado dos seus auxiliares e tratou de colaborar com o propósito do encontro, que teve como foco a transição de governo entre os dois gestores.

Prefeito interino de Patos, Lenildo Morais se reúne com Dinaldo Filho

O prefeito em exercício da cidade de Patos, Lenildo Morais, recebeu em seu gabinete na manhã desta quinta-feira (13), o prefeito eleito Dinaldo Filho que tomará posse em de janeiro de 2017.

Durante a reunião, Dinaldo Filho apresentou sete membros de sua equipe técnica que farão parte do governo municipal. Entre eles estão Bonifácio Rocha e Taciano Fontes.

Lenildo Morais também esteve acompanhado dos seus auxiliares e tratou de colaborar com o propósito do encontro, que teve como foco a transição de governo entre os dois gestores.

Além de apresentar dados referentes ao seu trabalho como gestor, Lenildo Morais ainda se comprometeu a colaborar com o governo de Dinaldo Filho, repassando toda e qualquer informação necessária para que a transição seja feita de forma clara e tranquila.

“É meu dever buscar fazer a coisa correta, com celeridade e transparência. Coloquei pra ele a real situação da folha de pagamento, dos débitos junto aos fornecedores, e sobretudo da saúde do município, pois qualquer gestor que se preze terá que ter um olhar diferenciado”, disse Lenildo.

Dinaldo Filho ressaltou que a apresentação da sua equipe ocorreu de forma harmoniosa. Ele ainda elogiou a postura de Lenildo Morais pela receptividade e repasse das informações necessárias, para que sua equipe tome nota de como a administração municipal já vem trabalhando.

“Acredito que com essa proximidade estamos fazendo história aqui na cidade de Patos”, destacou Dinaldo Filho.

Posteriormente haverá um segundo encontro para que novas demandas sejam apresentadas e novos dados sejam fornecidos entre os dois governos, tendo em vista o processo de transição.

ASCOM

Deixe seu comentário