Cidades
17/11/2016 às 16h27 • atualizado em 17/11/2016 às 16h30

postado por: Jocivan Pinheiro

Desempregada e com 4 filhos, dona de casa clama por ajuda para voltar a vender salgados em Cajazeiras, pagar aluguel e alimentar a família: “Meu sonho é voltar a vender lanche”

Nádia Faustino, de 32 anos, iniciou uma campanha para voltar a fazer salgados em sua casa e vender nas ruas de Cajazeiras

A dona de casa Nádia Faustino, de 32 anos, está desempregada há quase dois meses e tem enfrentado várias dificuldades. Com quatro filhos pequenos, entre eles um de pouco mais de dois anos, ela mora em uma casa simples na rua Erenice Ferreira, número 119, no Centro, próximo ao seminário. Seu marido está em São Paulo passando por um tratamento médico, e cabe a dona Nádia a responsabilidade de cuidar dos filhos e manter a casa.

mulher-salgados-1

Nádia Faustino pede ajuda para vender salgados

Devido às dificuldades financeiras em decorrência do seu desemprego, ela decidiu convidar a reportagem da TV Diário do Sertão para a realização de uma campanha para que ela retorne a fazer salgados em sua casa para vender nas ruas de Cajazeiras.

Ela contou que sempre fez salgados em casa, porém, quando conseguiu um emprego, vendeu todos os utensílios pensando que fosse dar certo no novo trabalho, mas ela foi demitida há dois meses e agora precisa voltar a fazer salgados para sustentar os filhos.

Ela apela para que as pessoas ajudem com produtos que são utilizados para fazer salgados, como farinha de trigo, farinha de rosca, frango, carne moída, entre outros, e que lhe ajudem também a adquirir novamente uma chapa para fritar os salgados.

“Meu sonho é voltar a vender lanche para eu cuidar da minha casa, dos meus filhos. Me arrependi de ter deixado de vender para ir trabalhar, para procurar um emprego melhor e não deu certo”, lamentou.

Atualmente a dona de casa vive exclusivamente do auxílio do Bolsa Família – cerca de R$ 327,00 – mas paga R$ 250,00 de aluguel. A reportagem pôde observar que a situação é crítica, e as pessoas podem ajudar indo diretamente à casa da mesma ou entrando em contato através do número (83) 99350-4945.

Dona Nádia está com dificuldade para alimentar a família

Dona Nádia está com dificuldade para alimentar a família

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário