Cidades
23/11/2016 às 14h34 • atualizado em 23/11/2016 às 14h36

postado por: Jocivan Pinheiro

Empresário de Cajazeiras chora ao pedir que Governo do Estado reveja decisão que mudou esquema de financiamento de veículos: “A gente está a qualquer momento pra fechar”

Cerca de 825 veículos deixaram de ser financiados na PB quando o Detran trocou as empresas responsáveis pelos gravames

Cerca de 825 veículos novos e usados deixaram de ser financiados na Paraíba desde a segunda-feira (11), quando o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) trocou as empresas responsáveis pela inclusão e baixa de gravames. A estatística é da Cetip, empresa responsável pelo sistema de financiamentos adotado no resto do país.

De acordo com o Detran, a mudança foi feita com o intuito de quebrar o monopólio da Cetip, delegando a operação à empresa Bunkertech. No entanto, a Cetip explicou que os bancos da Paraíba não estão aceitando o financiamento no novo sistema por falta de segurança. O resultado é que centenas de concessionárias em todo o Estado estão sem financiar veículos desde que a troca de empresas aconteceu.

Emocionado, Nelson Dantas pede bom censo aos envolvidos

Emocionado, empresário pede bom censo no caso

O prejuízo é tão grande que alguns empresários do ramo temem ir à falência e fechar suas empresas. É o caso de Nelson Dantas, que tem uma concessionária em Cajazeiras, no Alto Sertão, e já está sentindo no bolso o impacto gerado pelo desentendimento entre governo, empresas e bancos. O empresário foi às lágrimas ao pedir que o Governo do Estado reveja a decisão.

“É uma vida de trabalho que a gente tem desde o tempo do meu pai, e a gente está a qualquer momento pra fechar a nossa empresa. A gente pede bom censo, que são milhares de pessoas na Paraíba, milhares de famílias que dependem disso aqui. Se não tiver, nós vamos fechar. fazer o quê? Tenham bom censo e humildade para resolver isso”, apelou.

De acordo com a Cetip, a Paraíba financia, em média, 4.967 veículos por mês, entrando nesse levantamento os automóveis leves, pesados e as motos. Isso significa mais de 165 veículos financiados por dia no Estado.

Com a troca das empresas, estão suspensos os serviços de inclusão e baixa de gravames através do Sistema Nacional de Gravames (SNG), que são necessários para o financiamento de veículos.

O Detran informou ainda que, além da finalidade de acabar com o monopólio da Cetip, a mudança visa aumentar a transparência, a agilidade, a segurança e a confiabilidade nos procedimentos de financiamento.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe seu comentário