header top bar

section content

ISSO PODE? Prefeitura de Sousa paga em dia, mas reduz salários de centenas de servidores e descontos chegam até R$ 500; secretários fazem esclarecimentos sobre o assunto. Veja!

A secretária de saúde, Amanda Silveira, afirmou que o servidor que teve alteração no pagamento, pode procurar a secretaria de administração. Veja!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

31/01/2017 às 14h48 • atualizado em 31/01/2017 às 15h33

A prefeitura de Sousa realizou nesta terça-feira (31) o pagamento dos salários de janeiro dos servidores públicos municipais. O anúncio foi feito pelo prefeito Fábio Tyrone. Os aposentados e pensionistas receberam seus salários no dia 16 de janeiro.

O dinheiro realmente saiu, porém, dezenas de servidores procuraram a reportagem do Diário do Sertão, para denunciar que tiveram seus salários reduzidos, ou seja, o valor do pagamento referente ao mês de janeiro foi diminuído em relação aos outros meses trabalhados.

Servidores do PSF afirmaram que os descontos no pagamento chegam a quase R$ 500.

Outro lado
Em contato com o Diário do Sertão, o secretário de comunicação, Eugênio Rodrigues, afirmou que os servidores que se sentiram prejudicados devem procurar as secretarias de administração e finanças para buscarem uma solução.

Já a secretária de saúde, Amanda Silveira, também afirmou que o servidor que teve alteração no pagamento, pode procurar a secretaria de administração com o contracheque anterior e o atual, para que seja solucionado esse problema. Amanda também disse que em alguns casos, servidores recebiam gratificações indevidas, e que esses servidores não receberão mais.

“Os servidores que tiveram os direitos retirados, não só serão implantados novamente como também ressarcidos”, disse Amanda.

DIÁRIO DO SERTÃO

PROCESSO DE MIGRAÇÃO

Diretor regional na Paraíba tira todas as dúvidas sobre abertura de novas contas dos servidores estaduais no Bradesco

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview