header top bar

section content

Advogados de Cajazeiras e Sousa formam associação para valorizar procuradores municipais

A ideia da associação é valorizar a profissão, expandi-la a todas as prefeituras e, mais concretamente, transformá-la em carreira efetivada

Por Jocivan Pinheiro

31/01/2017 às 20h37 • atualizado em 02/02/2017 às 09h15

Um grupo de advogados de Cajazeiras e Sousa se reuniu para formar uma associação cujo principal objetivo é valorizar os procuradores municipais e proteger a categoria com a conquista de direitos como, por exemplo, a efetivação do cargo por meio de concurso público.

O procurador municipal pode ser indicado pelo prefeito sem a necessidade de concurso. Para os membros da Associação dos Procuradores Municipais do Sertão (APMS), isso acarreta vários ‘vícios’ administrativos dos gestores e enfraquece o papel do procurador que, desta forma, acaba ficando vinculado a relações estreitamente políticas e particulares.

A ideia da associação, segundo o presidente Sergio Cunha, é valorizar a profissão, expandi-la a todas as prefeituras e, mais concretamente, transformá-la em carreira, ou seja, por fim ao ingresso à administração municipal por mera indicação do prefeito e tornar o concurso definitivamente obrigatório. Sergio lembra que em Brasília tramita a PEC 153, cujo objetivo é justamente tornar o procurador municipal uma profissão efetiva.

– Nosso objetivo maior é valorizar nossa profissão, a advocacia pública, e expandir nesses municípios que ainda não têm a Procuradoria efetiva. É muito abrangente a figura do procurador municipal, e pouco se tem dado valor a essa categoria, mas ela vem crescendo – ressalta.

Sergio Cunha, presidente da Associação dos Procuradores Municipais do Sertão

A vice-presidente Monique Abrantes revela que, por estar geralmente ligado politicamente ao prefeito, o procurador também sofre perseguição política e assédio moral, principalmente no período de transição de governo.

– A nossa união é para justamente evitar que esse tipo de situação aconteça. Nossa luta vem na Paraíba inteiram, e a tendência é que as prefeituras se organizem para termos servidores de carreira e não haja mais esse arrumadinho político.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan