header top bar

section content

Multidão realiza protesto contra a reforma da Previdência nas ruas de Cajazeiras – VÍDEO!

A reforma prevê, entre outras propostas, estabelecimento de idade mínima de 65 anos para homens e mulheres reivindicarem aposentadorias

Por Jocivan Pinheiro

15/03/2017 às 16h12 • atualizado em 15/03/2017 às 16h22

Centenas de pessoas saíram às ruas de Cajazeiras, na manhã desta quarta-feira (15), em protesto contra a reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). As manifestações foram lideradas por grupos sindicais, estudantis, associações, trabalhadores rurais ligados ao MST, professores e vereadores. Em todo o Brasil houve paralisações, greves e protestos contra a reforma nesta quarta.

A reforma da Previdência Social enviada ao Congresso Nacional prevê, entre outras propostas, estabelecimento de idade mínima de 65 anos para os contribuintes homens e mulheres reivindicarem aposentadorias. Antes de enviar o texto ao Legislativo, o presidente Michel Temer apresentou as ideias a líderes partidários do Congresso.

VEJA TAMBÉM: Em Cajazeiras, deputada diz que ‘rombo’ na Previdência é culpa das empresas

Protesto contra reforma da Previdência em Cajazeiras-PB

Além de fixar uma idade mínima para a aposentadoria de homens e mulheres, as novas regras, se aprovadas, irão atingir trabalhadores dos setores público e privado. De acordo com o governo, a única categoria que não será afetada pelas novas normas previdenciárias é a dos militares.

“A verdadeira intenção do governo golpista é acabar com a Previdência pública e incentivar a Previdência privada. É retirada de direitos. Esse é o resultado do golpe que foi dado ano passado com o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff”, disse o professor e sindicalista Eugênio Rolim.

“A gente precisa sair às ruas e dizer não, e Cajazeiras está fazendo a sua parte, está na luta dizendo não a esses políticos corruptos que só fazem tirar direitos dos trabalhadores”, ressaltou a professora Rizomar Santos.

VEJA MAIS: Liderada por políticos e sindicato, multidão toma ruas de Cajazeiras contra PEC 287

Protesto contra reforma da Previdência em Cajazeiras-PB

Os vereadores Jucinério Félix (PPS) e Rivelino Martins (PSB) estiveram na manifestação e destacaram a participação popular como forma de pressionar o Congresso para que a reforma não seja aprovada.

“Tem que vir pra rua mesmo. As pessoas ainda precisam acordar muito mais. Eu acho que as pessoas ainda estão muito passivas, mesmo tendo muita gente aqui, como vocês estão vendo. Mas nós precisamos ir mais para a rua, brigar por isso, principalmente as companheiras mulheres, os trabalhadores rurais. Os trabalhadores e trabalhadoras desse país têm que lutar todos os dias. Essa reforma da Previdência não pode passar”, frisou Jucinério.

“Não há outro caminho senão ir para a rua mesmo, para protestar contra essa situação. A PEC 287 é o fim. Não há perspectiva de futuro para ninguém. É o fim da dignidade, o fim do direito mais sagrado do trabalhador que é o benefício”, enfatizou Rivelino.

Protesto contra reforma da Previdência em Cajazeiras-PB

.

DIÁRIO DO SERTÃO

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada