header top bar

section content

Sindicato abrirá processo criminal contra ex-prefeito de Ipaumirim por lei irregular; vídeo

Servidores públicos municipais participaram de audiência para discutirem as consequências de uma lei que teria sido sancionada sem aprovação da Câmara

Por Jocivan Pinheiro

17/03/2017 às 17h46 • atualizado em 17/03/2017 às 20h44

Centenas de servidores públicos municipais de Ipaumirim, no Ceará, participaram de uma audiência pública nesta sexta-feira (17), convocada pelo sindicato da categoria, para discutirem as consequências de uma lei que teria sido sancionada pelo ex-prefeito Wilson Alves, o Puica (PSD), sem aprovação da Câmara de Vereadores.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Ipaumirim, Terezinha Gonçalves, o ex-prefeito teria enviado à Câmara, no ano de 2015, uma lei criando o Estatuto dos Servidores, em que muda o regime de trabalho dos funcionários municipais de CLT para estatutário. Mesmo após a lei ter sido rejeitada pela maioria na Câmara, durante votação, o ex-prefeito teria a sancionado ainda naquele ano e só a tornou pública em fevereiro desse ano.

VEJA MAIS: Prefeito de Ipaumirim diz ter herdado cheques rasgados da gestão passada, dívida milionária, salários atrasados e patrimônio público nas casas de funcionários

Câmara Municipal de Ipaumirim ficou lotada

Para o assessor jurídico do sindicato, Valdecy Alves, a manobra do ex-prefeito tem o objetivo de evitar pagamento de FGTS e ainda gerar receita para os cofres da prefeitura ‘às custas do servidor’. Ele diz que a lei é inconstitucional e ‘uma vergonha’.

“Eles já tinham tentado não apenas mudar o regime de cltista para estatutário, como também o regime de Previdência para também gerar receita às custas do servidor, como se a Câmara não servisse para nada. Isso é um absurdo, é inconstitucional, uma imoralidade, uma vergonha, puro coronelismo”, desabafou o advogado.

Valdecy Alves, assessor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Ipaumirim

A audiência, que contou com a presença maciça do servidores, dos vereadores, dos sindicalistas, mas com a presença apenas da assessoria jurídica da Prefeitura representando o atual prefeito, debateu a atual situação legal em que se encontram os funcionários, a validade da lei, entre outros tópicos. Após a audiência, houve ainda uma assembleia onde foi definido que o sindicato vai abrir processo criminal contra o ex-gestor.

“Aprovamos abertura de ação criminal contra o ex-prefeito, haja vista ter usurpado o poder legislativo; aprovamos a notificação à Câmara municipal para que retifique o ofício que deu credibilidade à publicação dessa lei e fizemos outros encaminhamentos que serão pautados em outras assembleias”, frisou a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Ipaumirim, Terezinha Gonçalves.

Terezinha Gonçalves, presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Ipaumirim

DIÁRIO DO SERTÃO

MARIA CALADO NA TV

Sucesso Regional e Nacional, Programa Maria Calado na Tv recebe Edson Cantor e Forró do Bole Bole

DE ADVOGADO A ARTISTA

VÍDEO: Xeque-Mate entrevista quatro dos maiores empreendedores da PB, que revelam os segredos do sucesso

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com Louvores, mensagens e a palavra de Deus; CONFIRA!

DIÁRIO ESPORTIVO

Programa Diário Esportivo recebe o professor de Educação Física Pena Tavares e o jogador Jardel Rostan