header top bar

section content

Chuva recarrega principais açudes no Sertão, mas volume ainda preocupa; previsão diz que nos próximos dias o volume poderá aumentar

Os dois principais açudes do Sertão ainda estão em estado de alerta, pois não passaram da marca de 20% do seu volume total

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

17/04/2017 às 10h49 • atualizado em 17/04/2017 às 16h50

Açude Estevam Marinho em Coremas (Foto: Diário do Sertão / Zildo Vicente)

Devido as poucas chuvas registradas até a última quarta-feira (12) no Sertão da Paraíba, dois dos principais açudes da região acumularam recargas.

Apesar de não ser o suficiente, os açudes de Coremas e Mãe d’Água, receberam juntos mais de 16 milhões de metros cúbicos (m³) de água. Os dois principais açudes do Sertão ainda estão em estado de alerta, pois não passaram da marca de 20% do seu volume total.

Segundo os dados da AESA, o açude de Mãe d’Água estava com 27,1 milhões de m³, e passou a ter a marca de 30,8 milhões de m³, e o açude de Coremas estava com 30,1 milhões de m³ e agora tem 42,7 milhões de m³.

Para o estudioso Rodrigo Cézar Limeira, mesmo com o manancial recebendo água, e devendo aumentar seu volume nos próximos dias, sua recarga não será de boa qualidade, tendo em vista que o consumo mensal do açude, chega a atingir 16 milhões de m³ de água por mês.

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares