header top bar

section content

Sem apoio da prefeitura, grupo apela por ajuda para cuidar e reduzir número de animais abandonado nas ruas de Cajazeiras – ASSISTA!

Número elevado de cães e gatos nas ruas da cidade expõe a ausência de intervenção do poder público municipal na causa nos últimos anos

Por Jocivan Pinheiro

20/04/2017 às 16h14 • atualizado em 20/04/2017 às 17h34

Pessoas que se identificam com a causa animal se reuniram esta semana para debater a problemática dos animais de rua de Cajazeiras e compartilhar propostas que amenizem a situação. O número elevado de cães e gatos nas ruas da cidade expõe a ausência de intervenção do poder público municipal nessa causa nos últimos anos.

Mesmo sabendo da obrigação do município, pessoas que se comovem com a situação estão tomando algumas atitudes para tentar diminuir a população de animais nas ruas de Cajazeiras e cuidar dos bichos mais doentes ou maltratados.

VEJA TAMBÉM: Protetora usa rede social para pedir doações de ração para alimentar 40 animais de rua que chegam à sua casa todos os dias

Cléo Moura, uma das mais conhecidas defensoras da causa em Cajazeiras

Cléo Moura, uma das mais conhecidas defensoras da causa, ressalta que todo sacrifício é feito por amor, porém ela espera que o poder público e a sociedade em geral ajude contribuindo pelo menos com as castrações para facilitar as adoções.

“A gente espera conseguir que as pessoas nos ajudem mais para que os animais que a gente resgata sejam tratados e castrados para que a gente possa conseguir adoção. O animal estando castrado fica mais fácil de ele ser adotado. Então a gente busca muito que as pessoas nos ajude apadrinhando castrações para que a gente possa tirar mais animais das ruas e diminuir a superpopulação”, diz ela.

Grupo de defensores dos animais de Cajazeiras

Já Eliézer de Souza mantém há vários anos um abrigo de animais que funciona como uma espécie de canil onde, mesmo sem ajuda financeira da atual administração municipal e com pouco apoio da iniciativa privada, ele recolhe alguns cães e gatos das ruas e consegue tratá-los com medicamento e às vezes castrá-los. Atualmente existe cerca de 55 animais no local. Mas ele clamou para que a sociedade abrace a causa.

“Eu tinha um sonho e esse sonho foi desmoronado nessa gestão porque ninguém teve o interesse de nos procurar. A estrutura que eu tenho para cachorros em Cajazeiras ninguém tem. Eu chamo canil, mas futuramente será um grande hospital. Mas a população não contribui. Ninguém ajuda.”

DIÁRIO DO SERTÃO

MENSAGEM DE ESPERANÇA

Programa Mensagem de Esperança com Sara Sheyla e Nelson Dantas – 21072017

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria Calado na Tv recebe Banda a ‘Forró du Ribuliço’ da cidade de São José de Piranhas

INTERVIEW

Interview: Poeta repentista fala sobre dificuldades e lamenta falta de apoio

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Assista a estréia do programa Em Continência ao Senhor Jesus