header top bar

section content

Presidente da OAB-CZ discorda do ‘TAC do Carnaval’, mas afirma que nada pode fazer

João de Deus Quirino Filho antecipou que não é da alçada da OAB-CZ se envolver na questão para cancelar o documento

Por

25/01/2016 às 15h33

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Cajazeiras não vai entrar na briga para tentar mudar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que limitou o horário das festas de rua no carnaval de Cajazeiras até às 22h.

Há um clamor de parte da sociedade para que o Ministério Público, que firmou o TAC com a Polícia Militar e a Prefeitura, cancele a decisão ou pelo menos eleve o limite de horário.

VEJA TAMBÉM

► Professor universitário denuncia Prefeitura, MP e empresário por "máfia do Carnaval"

► Radialista faz duras críticas ao TAC que acaba com carnaval às 22h. "Cercearam o direito de brincar"

► Advogado declara que Ministério Público "sepultou e instaurou toque de recolher em Cajazeiras"

O presidente da OAB-CZ, João de Deus Quirino Filho, já antecipou que não é da alçada da entidade se envolver na questão para cancelar o documento.

“Foge do campo de atuação do que o próprio estatuto prevê de competência para uma subseção de OAB”, explica.

João de Deus procurou não polemizar sobre o TAC, mas na sua opinião o horário deveria ser estendido.

“Certamente fizeram dentro de um critério de razoabilidade. Eu só acho que esse horário poderia ter sido estendido pelo menos para meia-noite.”

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan