header top bar

section content

População do Sertão libera BR interditada após negociação com secretário do governador

Com cones, pneus e madeiras fazendo o cerco da rodovia, João Gabriel adiantou que a população só deixará o local após uma resposta concreta de RC.

Por

08/01/2016 às 17h00

Após horas de interdição da BR em Itaporanga, o movimento que cobra a adutora da cidade chegou ao fim. De acordo com os organizadores, o secretário João Azevedo se comprometeu de visitar Itaporanga nessa terça-feira (12), para uma possível solução do caso.

Entenda
Mesmo com as chuvas, o clamor por água continua nas cidades do Sertão. É assim na cidade de Itaporanga, Sertão do estado. Para tentar mudar essa realidade, a população se uniu e interditou desde as primeiras horas desta sexta-feira (8), um trecho da BR 361, que dá acesso ao município.

 

O movimento está sendo realizado acerca de dois quilômetros de Itaporanga e a ordem é de ninguém ultrapassar a barreira formada pela população que pede aceleração nas obras da adutora, que abastecerá o município. “Apenas os casos urgentes estão sendo atendidos pelos dirigentes da comissão”, disse João Guimarães, que é um dos enfrentantes do movimento.

Com cones, pneus e madeiras fazendo o cerco da rodovia, João Gabriel adiantou que a população só deixará o local após uma resposta concreta do Governo do Estado. “O que esperamos é ter resposta positiva para ajudar a população e amenizar essa problemática”.

 

Entenda
Em junho do ano passado, o governador Ricardo Coutinho (PSB) autorizou durante a audiência do Orçamento Democrático Estadual na cidade de Itaporanga (7ª Região Georçamentária), à Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), a construção das adutoras de Itaporanga/Nova Olinda/Pedra Branca, no valor de R$ 9, 871 milhões, assim como para outras três adutoras: Diamante/Boa Ventura (R$ 5,332 milhões), Conceição (R$ 3,700 milhões) e Santana de Mangueira (R$ 2.780 milhões), esta beneficiando 4 mil famílias. 

DIÁRIO DO SERTÃO
 

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares