header top bar

section content

UPA recebe parecer favorável do Ministério da Saúde e poderá começar a funcionar na cidade de Sousa. Veja!

O prédio que custou R$ 1,5 milhão e com capacidade para atender 120 mil pessoas está sem funcionamento, apesar de ter sido inaugurado.

Por

17/12/2015 às 15h11

UPA recebe parecer favorável do Ministério da Saúde

A Unidade de Pronto Atendimento de Sousa (UPA) da cidade de Sousa recebeu recentemente parecer favorável referente do Ministério da Saúde à solicitação por parte da prefeitura para a liberação da 3ª Parcela dos recursos financeiros destinados à implantação da unidade.

Iniciada há cinco anos e inaugurada no governo do ex-prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), o prédio tem servido para sombra e ação de vândalos. Após construída e inaugura duas vezes, a UPA sousense ainda não funcionou um só dia, mas com a liberação de novos recursos, a gestão de André Gadelha (PMDB) deverá iniciar os atendimentos no local.

Veja mais!

 Há quase dois anos fechada, prefeito de Sousa anuncia data para reinaugurar UPA

UPA de Sousa: Obra está totalmente irregular e Ministério da Saúde ordena vistoria. VEJA VÍDEO!

O Ministério da Saúde constatou que as exigências solicitadas através da Portaria GM/MS nº 342, de 4 de março de 2013  foram cumpridas. A portaria estabelece as normas para funcionamento das Unidades de Pronto Atendimento.

“Manter um serviço qualificado demonstra o empenho da equipe e gestão em prestar à população da cidade uma assistência de saúde resolutiva, efetiva e de qualidade. Além de respondermos de forma positiva aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde para o funcionamento de uma UPA e garantir o custeio federal”, destacou Noêmia Gadelha, secretária de Saúde de Sousa.

INVESTIMENTOS
O prédio que custou R$ 1,5 milhão e com capacidade para atender 120 mil pessoas está sem funcionamento, apesar de ter sido inaugurado  na gestão anterior.

A UPA se encontra com vários problemas de infraestrutura, como rachaduras nas paredes, infiltrações, falta de equipamentos como extintores e tubulações. Apenas após os ajustes é que poderá ser entregue o atestado de conclusão exigido pelo Ministério da Saúde para que comece a funcionar.

A UPA
Unidade de Pronto Atendimento (UPA) funciona 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com isso ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais.

A UPA inova ao oferecer estrutura simplificado, com raios-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade.

Quando o paciente chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

DIÁRIO DO SERTÃO  

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’