header top bar

section content

Vereador diz que o uso de capacete deve ser proibido em Sousa: “Todos vivem com medo”. Assista!

A reportagem foi até as ruas entrevistar a população sobre o projeto visa proibir uso de capacete em estabelecimentos comerciais

Por

26/11/2015 às 13h54

Está tramitando no Poder Legislativo de Sousa, no Sertão da Paraíba, o projeto de lei de número 031/2015 de autoria do presidente da Câmara Municipal de Sousa, o vereador Aldeone Abrantes (PTB). De acordo com o conteúdo do que foi proposto pelo parlamentar sousense, será proibido o ingresso ou permanência de pessoas utilizando capacete ou qualquer tipo de cobertura que oculte a face, nos estabelecimentos comerciais, industriais, públicos ou abertos ao público e instituições financeiras. 

Proibição parcial
De acordo com o projeto,  até mesmo nos postos de combustíveis e locais abertos ao público, considera-se proibido o ingresso ou permanência de pessoa usando capacete, gorro qualquer tipo de cobertura que oculte a face, em toda área pertencente ao posto de combustível ou locais abertos ao público, a partir da entrada ou calçada. 

Os responsáveis pelos estabelecimentos ainda terão um prazo de trinta dias, a contar a partir da publicação da lei para afixarem placas informativas nas entradas dos estabelecimentos, informando que é “proibido o uso de capacete, gorro ou qualquer tipo de cobertura que oculte a face”. A lei entra entrará em vigor em 30 dias após sua publicação, revogando-se as disposições contrárias. 

A reportagem do Portal e TV Diário do Sertão foi até as ruas entrevistar a população sobre o projeto. Todos os entrevistados foram a favor do projeto de lei. Funcionários de um posto de combustíveis também disseram que apoiam a nova medida.

Proibição total
O vereador Evaldo Araújo, mais conhecido como "Batatinha" revelou que o ideal seria proibir o uso de capacetes em toda a cidade e já debateu o assunto com os demais vereadores na Câmara Municipal. "Eu ando a noite de moto usando capacete pelos bairros e quando os moradores me vêem elas correm para dentro de casa, com medo de serem assaltados. Sou a favor do projeto de Aldeone, porém eu sugiro que seja dispensado por 120 dias o uso do equipamento de segurança em toda a cidade, até que seja reduzido os índices de violência na cidade", destacou Batatinha.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan