header top bar

section content

Com mais 300 mortes, cidade do Sertão é a mais perigosa; Sousa padece com assaltos

A cidade de Patos, Sertão do estado, é a 5º mais perigosa da Paraíba e está entre as 50 mais violentas do Brasil

Por

24/11/2015 às 20h00

Média de um assalto por dia, a população de Sousa vive apavorada. Foi o que revelou o mapa da violência nesta segunda-feira (23). Assalto a farmácia durante o dia. Os acusados levaram dinheiro e assaltaram também os clientes. No mercadinho, os acusaram se passaram por clientes, mas ao chegarem no caixa, anunciaram o assalto, levaram todo dinheiro e mais os produtos que estavam na cesta.

Veja mais:

Nova delegada mal chega, realiza operação e prende acusados de assaltos em Sousa

Tiroteio no Sertão da Paraíba deixa dois jovens mortos e uma mulher ferida

Em outro mercadinho, os assaltantes levaram litros de Whisy, celulares e dinheiro. Esse mesmo mercadinho já foi assaltado três vezes e reduziu o horário de funcionamento para com medo de novos assaltos.

Outro mercadinho, casa lotérica, um supermercado, uma loja de conveniência e até uma residência foram assaltadas. Uma comerciante reclamou falta de segurança na cidade: “Está muito difícil trabalhar aqui. Um trauma sem fim”.

A Analista de Sistema, Sonally Gonçalves declarou que a população está “refém de bandidos”. Já o funcionário público Francimar Inácio disse que vive um verdadeiro terror.

Outra
Já a cidade de Patos é a mais violenta do Sertão do estado é a 5º mais perigosa da Paraíba, além de está entre as 50 mais violentas do Brasil. Nos últimos cinco anos, Aptos já registrou 333 homicídios. Somente este ano, a morada do sol já registrou 51 assassinatos. Destes, apenas seis não tiveram solução pela polícia.

A taxa de elucidação de crimes de Patos atinge 87,5%. Para o delegado Neto Gaudêncio a resposta da polícia é rápida, mas a questão da prevenção a esse tipo de crime ainda é falha. “Falta efetivo. Não tem como está em todos os lugares”.

Já o funcionário público, Neto Siqueira apontou a falta de educação como causa da crescente violência nas cidades.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan